08.11.2022
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
Avaliar
Para uma decoração harmônica, elementos como estilos e cores precisam ser considerados (Projeto: Bruno Brandini)

Decoração: a ciência de organizar e embelezar os ambientes

 minutos de leitura
calendar-blank-line
08.11.2022
Estilos, cores e outros elementos são fundamentais para uma decoração harmônica e bonita. Entenda o que levar em consideração
minutos de leitura

A decoração tem papel muito importante no nosso dia a dia. Afinal, ela cria a atmosfera dos ambientes que frequentamos. 

A escolha de cores, revestimentos, objetos e outros itens pode contribuir para um espaço aconchegante ou produtivo, por exemplo. 

Por isso é essencial entender como a decoração funciona, além dos principais estilos, elementos e tendências. 

E se engana quem pensa que esse tema é interessante somente para aqueles que gostam de extravagância. Mesmo em um décor simples, faz diferença conhecer alguns princípios para não errar. 

Quer saber mais a respeito deste assunto? A seguir, você confere tudo sobre decoração em um só lugar. Aproveite! 

O que e para que serve a decoração?

sala tons de madeira
Conceito de decoração engloba a combinação de elementos como móveis e objetos em um ambiente (Projeto: Andrea Carminate)

Decoração é um conceito que diz respeito ao processo ou aos elementos usados para enfeitar um local. Pode ser uma área externa ou interna, residencial ou comercial. 

Os itens precisam estar dispostos de uma maneira harmônica e bela. Ou seja, eles têm que ser escolhidos com cuidado. Depois, colocados em espaços que façam sentido. 

O objetivo é conquistar um layout funcional, com móveis e objetos que proporcionem conforto e praticidade, mas sem esquecer a circulação.

Portanto, além de enfeitar, a decoração tende a ser responsável por ordenar e organizar os ambientes por onde passamos.

Designer de interiores é profissional especializado em decoração 

Se você entende a importância da decoração e quer investir nela para tornar os ambientes mais agradáveis, o ideal é procurar um profissional especializado: o designer de interiores

Sua formação permite entender o espaço e as necessidades de quem vai usar, para então propor estilos, cores, revestimentos, iluminação, móveis e objetos importantes na composição do projeto.

Quais são os principais estilos de decoração?

Um ponto de partida interessante para quem está se aprofundando no mundo da decoração é conhecer os principais estilos decorativos.

Ao entender melhor quais cores, formas e texturas eles priorizam, fica mais fácil se identificar com uma estética específica. Então, é só aplicar seus princípios nos projetos.

Minimalista 

Decoração, minimalismo
Na decoração minimalista, “menos é mais” (Projeto: Bárbara Dahmer)

Considerado uma grande tendência não só na arquitetura e na decoração, o estilo minimalista tem origem incerta. 

No entanto, sabe-se que ganhou força a partir da visão do arquiteto Ludwig Mies Van Der Rohe, autor da célebre frase less is more, ou seja, “menos é mais”. 

No minimalismo, a função é a prioridade, eliminando os excessos, principalmente de cores. Portanto, essa é uma decoração com base neutra e clara, sobretudo branca. 

Pontos de cor podem aparecer para balancear o visual. Contudo, eles também tendem a ser neutros, como marrom e cinza. 

Industrial 

Também em alta, a decoração industrial surgiu nos Estados Unidos em meados do século XX. 

Com a urbanização de Nova York, antigas instalações de fábricas e galpões começaram a ser aproveitadas como moradias. 

Algumas das características marcantes desse estilo são estruturas como tijolos, fiações e tubulações aparentes. Concreto e cimento queimado também entram para a lista, além dos ambientes integrados.

Outros elementos, como madeira, vidro e metal, podem ser usados para conferir um aspecto que transita entre os estilos neoclássico e moderno, dando uma pegada urbana à decoração. 

Neoclássico 

decoração neoclássica em quarto
Na atualidade, estilo neoclássico se mistura a outros, como o contemporâneo (Projeto: Daiane Melo)

Por falar nele, o estilo neoclássico é ideal para quem gosta de ambientes opulentos. Afinal, sua inspiração é nas estruturas greco-romanas. 

Ele surgiu no século XVIII para fazer frente ao barroco e ao rococó. Na decoração contemporânea, se expressa por meio de alguns detalhes, como linhas retas e arredondadas que se complementam. 

Além disso, preza por móveis requintados, como peças antigas. Quanto às cores, prevalecem as neutras e claras, incluindo tons pastel. Nos materiais, a preferência é por mármore, granito e madeira. 

Rústico 

A decoração rústica é uma das preferidas quando a busca é por espaços aconchegantes e confortáveis. Isso se deve a alguns elementos marcantes desse estilo, como cores quentes e madeira.

Outros detalhes também fazem a diferença: imperfeições na construção de alvenaria, móveis brutos e itens que remetem ao passado e à vida no campo.

Além da madeira, outros materiais podem ser usados para compor um espaço rústico. Entre eles, pedras, concreto, couro, cobre e ferro. 

Provençal 

Decoração, provençal
Tom pastel e móveis de madeira compõem estilo provençal em cozinha (Projeto: Carolina Fagundes)

O rústico e o romântico se unem na decoração provençal para levar o charme campestre francês para os ambientes. 

Neste estilo, que surgiu no campo e logo conquistou outras regiões, as cores claras e pastel são a base do décor, que ainda pode ter pontos em tons mais fortes. 

Além disso, permite o uso de estampas, como as florais e listradas. Já os móveis costumam ser de madeira torneada, com aparência desgastada, como em pátina. 

Boho chic 

Para quem gosta de mesclar estilos de decoração, o boho chic é perfeito. Para começar, sua paleta de cores transita entre tons neutros e vibrantes. 

Nos móveis e objetos, a mistura de artesanato com peças sóbrias e arrojadas ajuda a compor um espaço leve e acolhedor, mas cheio de personalidade. 

Vintage 

Decoração, vintage
Quadros, gravuras e fotos antigas podem ser usados para compor decoração vintage (Projeto: Luciano Costa

Com um aspecto nostálgico e estiloso, a decoração vintage é aquela que se apropria de móveis e objetos antigos, mas em bom estado. 

O resultado é um ambiente alegre e lúdico, que remete ao passado, com um toque de “casa da avó”. 

Para isso, tons sóbrios e vibrantes se misturam em peças-chave, como eletrodomésticos, quadros e esculturas.

Retrô 

Rack e carrinho de bar fazem releitura de móveis antigos (Projeto: Marcelo Diniz e Mateus Finzetto / Foto: Alessandro Gruetzmacher)

a decoração retrô é aquela com peças que se parecem com as usadas no passado, mas que, na verdade, são novinhas. 

Nesse estilo, as cores tendem a ser sólidas e vibrantes, como azul, amarelo e vermelho. Quanto aos móveis, a preferência é pelos baixos e retos. Destaque para o pés palito. 

Tropical 

decoração tropical área externa
Cores e materiais que remetem à natureza compõem decoração tropical (Projeto: Flavio Machado)

A escolha de cores e materiais pode levar muita brasilidade para a decoração. É o que acontece com o estilo tropical. Inspirado na nossa cultura, ele reúne elementos que transmitem alegria e leveza.

Entre eles estão matérias-primas naturais, como madeira e pedra. Além de estampas que remetem à natureza, tons terrosos, peças artesanais, plantas e flores. 

Escandinavo ou nórdico

Decoração, escandinavo
Projeto mescla arquitetura escandinava a design biofílico (Projeto: Quadriarq Arquitetura / Foto: Cristiano Bauce)

Passando agora para um estilo que vem do norte da Europa, o escandinavo ou nórdico é uma boa escolha para quem quer um espaço aconchegante. 

Por lá, o modo de vida é simples, o que se reflete na decoração. O design mistura o minimalismo e o rústico, evitando aparatos tecnológicos. 

Luz natural, cores claras, madeira e plantas contribuem para o bem-estar em ambientes nesse estilo. Também há uma preferência por materiais confortáveis, como algodão, lã e pelúcia. 

Como identificar o estilo decorativo que combina com você?

pontos de cor na decoração
Cores podem ajudar a identificar o estilo decorativo preferido (Projeto: Velludo Arquitetura / Foto: Felipe Cuine)

Agora que você conhece alguns dos principais estilos decorativos, pode estar se perguntando como escolher o ideal.

Isso é importante para ter ambientes que sejam a sua cara. Sendo assim, leve em consideração seus gostos pessoais acima de tudo.

Deixe um pouco de lado aquilo que é moda e tente identificar os elementos e as cores que você realmente gosta.

Afinal, praticamente todos os estilos decorativos podem ser usados em qualquer época, apenas com adaptações para o presente.

Para ajudar você a identificar o ideal, reunimos algumas dicas:

  • conheça as suas preferências: faça uma lista com tudo o que mais gosta em decoração. A paleta de cores que mais curte, os materiais que acha mais bonitos e por aí vai;
  • pesquise os estilos decorativos: vale se aprofundar naqueles que chamam a sua atenção. Assim, é possível ficar por dentro de todas as características deles;
  • reúna referências: use revistas, sites e plataformas como o Pinterest e o Archtrends para entender como as pessoas aplicam os diferentes estilos decorativos;
  • considere o seu lifestyle: a decoração precisa ser funcional, pois vai fazer parte do seu dia a dia;
  • reutilize o que já tem: você deve seguir algum estilo decorativo inconscientemente. Portanto, olhe para o que possui e aproveite ao máximo esses itens.

Como decorar os diferentes ambientes?

Além do estilo de decoração, cada ambiente tem uma finalidade e, portanto, uma necessidade específica. 

Sendo assim, separamos algumas dicas de acordo com os diferentes espaços. Acompanhe a leitura para se inspirar!

Quarto 

decoração de quarto
Iluminação direta e indireta deixam decoração do quarto mais aconchegante (Projeto: Cristiane Trommer)

Como é um ambiente voltado para o descanso, a decoração de quarto precisa contemplar móveis e objetos específicos para garantir o conforto. 

Entre eles, um bom colchão, alguns jogos de roupas de cama aconchegantes e uma cortina para bloquear o excesso de claridade.

O uso de cores neutras e terrosas também pode ajudar a deixar o quarto mais convidativo. Assim como a iluminação indireta por meio de abajures ou pendentes.

Outra dica fundamental é manter o espaço organizado, o que garante o bem-estar. E para quem quer um ambiente realmente acolhedor, é interessante preferir móveis de madeira.

Para finalizar, inclua objetos que representem a sua personalidade e história. Quadros, fotos e outros itens semelhantes geram conexão e trazem lembranças. 

Sala 

Espaço para receber e relaxar, a sala é o cartão de visitas da casa e, portanto, merece atenção mais do que especial. 

Para começar, é preciso pensar na funcionalidade. Ela vai ser usada somente para momentos de socialização ou também de introspecção? Vai estar integrada à varanda, à sala de jantar ou à cozinha?

Tudo isso influencia na decoração da sala, que pode seguir qualquer estilo. Contudo, é importante lembrar de tirar todas as medidas antes de investir em móveis, já que o espaço de circulação é essencial.

Este é um ambiente onde encontramos sofás, poltronas e cadeiras. Sendo assim, é fundamental garantir que sejam confortáveis. 

O que também contribui para o bem-estar é a iluminação natural. Entretanto, é necessário pensar em um projeto com luzes artificiais, para quando a noite chegar. 

Uma dica para quem tem pouco espaço é escolher móveis funcionais. Ou seja, aqueles que servem a mais de um objetivo. Dessa forma, é possível otimizar cada cantinho da sala. 

Para dar um toque de personalidade, diversos objetos de decoração podem ser usados nesse ambiente. Porta-retratos, quadros, artesanatos, esculturas, vasos e por aí vai.

Cozinha 

Decoração, cozinha
Armários ajudam a manter cozinha organizada e funcional (Projeto: Diogo Mendes Gonçalves / Foto: Keniche Santos)

Apesar de ser um ambiente onde muitas memórias afetivas são criadas, a decoração da cozinha precisa prezar pela praticidade. 

Por isso, além dos eletrodomésticos, é importante investir em armários e prateleiras para armazenar e organizar eletroportáteis, utensílios, louças e outros apetrechos. 

Uma dica é pensar em um layout em que os móveis consigam se encaixar perfeitamente, ainda que você não tenha uma cozinha planejada. 

Para otimizar os espaços, é interessante ter armários suspensos e optar por uma bancada, em vez de uma mesa para refeições. 

A iluminação é outro ponto de atenção na decoração da cozinha. Afinal, ela é essencial para a realização de tarefas. Luz natural e lâmpadas brancas são boas pedidas para esse ambiente de trabalho. 

Banheiro 

decoração no banheiro
As gigantes Lastras marmorizadas foram a base para a decoração sofisticada do banheiro (Projeto: Val Monteiro / Fotos: Júlia Tótoli)

A decoração do banheiro também pode ajudar a criar momentos de relaxamento e autocuidado. Para tanto, é importante escolher bem os revestimentos. 

Isso porque este é um espaço que tende a ter cerâmica para todo o lado. Portanto, o material precisa combinar com o estilo decorativo que você escolheu.

O porcelanato, por exemplo, é capaz de reproduzir diferentes matérias-primas, como madeira e mármore. Pode ser usado até mesmo em bancadas e cubas. 

Mas além dos revestimentos, há outras maneiras de garantir uma decoração com personalidade no banheiro. 

Entre os objetos que é possível incluir estão nichos, luminárias, cestos, plantas, quadros, aromatizadores e velas.

Essas dicas também podem ser aplicadas na decoração de lavabos. Contudo, nesse caso é importante ficar de olho para que o espaço não tenha excesso de informação e pareça bagunçado. 

Alguns truques básicos para ambientes menores são a adoção de cores claras, o aproveitamento da luz natural e o uso de espelhos.

Home office 

Decoração, home office
Conforto, organização e iluminação são pontos importantes no home office (Projeto: Gabriella Gochinski / Foto: Rafael Ribeiro)

Com a necessidade de isolamento social imposta pela pandemia, o home office passou a ser ainda mais comum. 

Por isso, a decoração desse espaço merece atenção. Afinal, ela pode contribuir para a produtividade durante a jornada de trabalho. 

Um dos pontos mais importantes é prezar pela iluminação natural, que mantém o corpo desperto. No entanto, também é necessário apostar em fontes artificiais de luz. 

É interessante priorizar o conforto, já que são horas ocupando o mesmo espaço. Portanto, contar com mesa e cadeira ergonômicas é essencial. 

O que também ajuda a manter a concentração é um ambiente limpo e organizado. Seja ele no quarto, na sala ou em um corredor, o home office deve ter tudo o que você precisa para um dia de trabalho produtivo. 

Lavanderia 

Assim como a cozinha, a decoração da lavanderia precisa ser funcional. Portanto, uma dica é manter à mão somente o que é usado no dia a dia. 

O restante pode ficar organizado em armários e prateleiras. Melhor ainda se forem planejados, pois esse geralmente é um ambiente com espaço reduzido. 

Para ter sensação de amplitude, vale a dica de preferir cores claras. 

Varanda

decoração de varanda
Decoração de varanda depende do uso e do tamanho do espaço (Projeto: Oficina Gris Fernanda + Lana)

Geralmente voltada para o descanso e o lazer, a decoração da varanda precisa ser convidativa e confortável. 

Entretanto, para decidir o que você vai incluir nesse espaço, pense primeiro na finalidade dele. Ele pode ser uma extensão da área interna ou ter uma área gourmet, entre outras possibilidades. 

Avalie a metragem disponível para entender o que consegue encaixar. Também é interessante seguir o estilo de decoração do interior da casa, mantendo uma unidade visual. 

Um detalhe importante nas varandas é o revestimento, que precisa ter acabamento EXT, o que ajuda a evitar deslizamentos. Isso porque este é um espaço que tende a molhar quando chove. 

Móveis e outros objetos também precisam ser escolhidos com cuidado, pois podem ficar expostos ao tempo. Portanto, devem ser resistentes. 

Outra possibilidade é fechar a varanda com vidro, o que permite variar nos revestimentos e conservar o mobiliário e os demais itens.

Ambientes comerciais 

O décor de ambientes comerciais tem pontos específicos, como o nicho e o público-alvo, entre outras características muito particulares de cada negócio.

No entanto, tomando como exemplo a decoração de um salão de beleza, podemos considerar que algumas regras básicas também podem ser aplicadas aqui:

  • estilo decorativo;
  • paleta de cores;
  • espaço de circulação;
  • revestimentos certos;
  • conforto dos clientes.

Quais são os principais objetos de decoração?

Decoração, objetos
Espelhos estão entre objetos de decoração para usar sem medo de errar (Projeto: Bia Guedes)  

Independentemente do estilo de decoração e da paleta de cores que você escolher para o ambiente, será necessário incluir objetos para complementar o visual. 

Entre tantas opções de itens decorativos, separamos alguns que são básicos e podem ser incorporados em praticamente qualquer projeto:

  • espelhos no décor servem não só para compor, mas também para a hora de se arrumar e até mesmo para ampliar visualmente os espaços;
  • objetos pessoais, que dão um toque de personalidade à decoração. Pode ser uma foto, um souvenir de viagem e por aí vai;
  • peças de arte em casa são um clássico. Podem ser quadros, esculturas e artesanatos, por exemplo;
  • plantas e flores vão além do décor, proporcionando bem-estar.

Quais são as tendências em decoração?

Agora que você sabe quais são os principais estilos, como decorar cada ambiente e quais são os objetos mais comuns, confira o que é tendência no mundo do décor.

Decoração sustentável 

Decoração, sustentável
Reprodução de mármore verde em Lastra é forma sustentável de usar material natural na decoração (Projeto: Portobello S.A.

Conhecida como Nossa Natureza, essa é uma tendência que preza pela sustentabilidade. Isso passa por escolhas conscientes, como o uso de materiais recicláveis e veganos.

Para aderir, algumas dicas são a utilização de tons terrosos e esverdeados e matérias-primas naturais, como rattan, bambu, algodão e cerâmica.

Entram para a lista também os objetos artesanais e a integração entre espaços internos e externos. 

Conforto e aconchego 

Comfy e Cozy é a tendência que preza por conforto e aconchego nos ambientes

Nesse caso, o ideal é preferir móveis e objetos com formas orgânicas e arredondadas. Prefira ainda materiais com textura que convide ao toque, além de cores terrosas em uma base neutra.

Aqui, a decoração étnica também entra em cena, incluindo a escolha de itens feitos à mão. 

Minimalismo 

tendência minimalismo
Ambiente sem muitos detalhes decorativos e cores neutras são tendência (Projeto: Portobello S.A.)

Na tendência Hide or Slide, prevalece o minimalismo. Ou seja, o essencial é que os espaços sejam funcionais, mantendo um aspecto clean e organizado, livre de excessos

Uma dica é usar o mesmo revestimento em todo o ambiente. 

Outro ponto importante é a escolha de tons neutros para a decoração. Também vale a pena pensar na integração dos espaços, garantindo mais praticidade. 

Otimismo, energia e criatividade 

Já em Here Comes the Fun, as cores alegres e vibrantes chegam com tudo. Verdes, azuis e tons terrosos compõem uma paleta cheia de energia. 

Nos móveis, formas inusitadas brincam com os sentidos e proporcionam aconchego com estofados confortáveis. Os objetos decorativos também são pensados para criar um espaço lúdico e divertido. 

Vale a pena ficar de olho no surrealismo, que aparece nessa tendência de decoração em uma interpretação contemporânea, mesclada a influências pop art. 

Natureza e tecnologia 

Tecnologia e natureza convivem em harmonia em tendência de decoração (Projeto: Danilo Noleto Arquitetura / Foto: TO Home) 

Será que dá para equilibrar a natureza e a tecnologia? Na tendência Soft Tech, sim! 

O estilo híbrido pode ser conquistado graças a diferentes elementos em formas orgânicas, como revestimentos e móveis. 

Além disso, prefira itens que prezem pela sustentabilidade e causem o menor impacto possível ao meio ambiente. 

Entre as cores, o azul e o verde ajudam a criar o elo com a natureza. 

Misturas e combinações 

Por fim, na tendência Mix and Match, é possível soltar a criatividade para coordenar diferentes estilos, cores e objetos.

Para isso, basta escolher elementos que tenham alguma ligação entre si, seja o formato, o tom ou a textura, por exemplo. 

As estampas são um bom caminho para aderir a um décor desse tipo, principalmente aquelas que já fazem misturas.

Viu como conquistar a decoração dos sonhos não é nenhum mistério? Para ficar ainda mais fácil, a Portobello oferece um extenso portfólio de produtos, que vão desde cubas até Lastras. Acesse o nosso site para conhecer!

Compartilhe
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
VOLTAR
FECHAR
Minha avaliação desse conteúdo é
0 de 5
 

Decoração: a ciência de organizar e embele...

Decoração: a ciência de organizar e embelezar os ambientes

  Sem votos
minutos de leitura
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.

    O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura e design com foco em revestimentos.

    ® 2024- Archtrends Portobello

    Conheça a Política de Privacidade

    Entenda os Termos de Uso

    Veja as Preferências de Cookies