30.11.2022
Avaliação
()
Cozinha americana, azul
Moderna e aconchegante: essa é a cozinha americana, uma versão integrada que conquista os brasileiros (Projeto: Portobello S.A.)
0

Cozinha americana: 8 dicas para torná-la organizada e funcional

minutos de leitura
Descubra como planejar e decorar sua cozinha americana e veja dicas práticas para escolher revestimentos, móveis e outros detalhes
minutos de leitura

A cozinha americana é uma excelente forma de integrar ambientes, deixando-os harmônicos e funcionais. Apesar de ser uma referência originalmente estrangeira, foi incorporada facilmente nos lares brasileiros.

Para ouvir o artigo completo, clique no play abaixo:

Pensando nisso, preparamos este artigo para tirar todas as suas dúvidas sobre como planejar esse espaço da melhor forma. 

Caneta e papel a postos para anotar tudo e mais um pouco sobre as informações que reunimos. Vamos lá?

O que é cozinha americana? 

Como o spoiler que demos no início deste texto, a cozinha americana é aquela que não fica separada de outros ambientes da casa por paredes. Ou seja, ela é unida à sala de jantar ou de estar, geralmente com algum móvel para demarcar a área.

O principal objetivo da cozinha americana é integrar os espaços. Dessa forma, quem está preparando um almoço ou jantar pode facilmente conversar com quem está na sala, e vice-versa.

Você pode se perguntar: por que cozinha americana? E uma das respostas é facilitar a sua vida. Permite, por exemplo, que você assista à série favorita enquanto prepara uma refeição. 

E melhor ainda quando esse espaço é pensado, ou seja, planejado, com móveis adequados e funcionais.

Quais são os tipos de cozinha americana?

Agora, quando o assunto é planejar a cozinha americana, logo vem à mente o tradicional balcão, como uma forma de demarcar os ambientes. 

Apesar disso, existem vários tipos, que explicaremos a seguir para você saber como arrumar uma cozinha americana:

Parcialmente integrada com alvenaria

Esse é o tipo mais comum, quando o balcão é a metade de uma parede, criando o limite entre a cozinha e os demais ambientes. Está presente em apartamentos, especialmente os pequenos.

O balcão também pode ser usado como bancada para refeições ou outras atividades, além de servir como espaço para preparar os alimentos.

Cozinha americana de alvenaria com detalhes brancos
O balcão também pode ser usado por convidados, aproximando as visitas dos anfitriões durante o preparo dos alimentos (Projeto: Talp Arquitetura)

Parcialmente integrada com mobiliário

Nesse caso, os móveis fazem o papel do balcão

Aqui uma boa pedida é investir em um móvel planejado. Ademais, é possível apostar em uma mesa de jantar para dividir os espaços.

cozinha americana moderna
Neste projeto a bancada tem uma dupla função: dividir o espaço e servir de apoio para convidados (Projeto: Samuel Assunção Saze)

Cozinha americana com ilha

Mas que tal usar uma ilha, caso a ideia do balcão não seja interessante para seus planos? 

A ilha serve como uma bancada de apoio e tem dimensão maior que um balcão. Há quem a use lisa ou, caso tenha orçamento para tanto, inclua uma pia ou cooktop embutidos no móvel.

Pode ser usada nas cozinhas americanas mais amplas. Para isso é preciso ter, no mínimo, 90 cm livres entre o móvel e os balcões ou as paredes. 

Cozinha americana com ilha e cooktop
A cozinha americana com ilha e cooktop são perfeitas para cozinhas amplas e permitem que as bancadas da cozinha sejam melhor utilizadas (Projeto: Karin Kohler)

Totalmente integrada

Ocorre quando sala e cozinha americana se tornam a mesma coisa. Nesse caso, não há um elemento que delimita os ambientes.

Cozinha americana totalmente integrada com a sala, o balcão além de contar a pia e cooktop também conta com forno.
A cozinha americana otimiza o espaço, além de trazer mais conforto (Projeto: Paloma Lucio Lucio)

Como organizar uma cozinha americana?

Após conhecer as principais características desse ambiente, confira como organizar uma cozinha americana:

1. Avalie o seu espaço

cozinha americana clean
Dependendo do tamanho do ambiente, a cozinha americana precisa ser bem planejada para evitar imprevistos e gastos desnecessários (Projeto: Marianna Barbosa Arquitetura)

É prudente analisar a área disponível para a cozinha americana antes de sair reformando o ambiente. Assim, é possível entender qual dos tipos mencionados funcionará melhor. 

E como fazer isso? Avalie a metragem e a disposição do ambiente. Faça isso sem esquecer dos demais espaços que serão integrados. 

Mas se a proposta é fazer uma reforma completa, verifique se é possível remover as paredes para a integração. Desse modo, pode acontecer de ser preciso usar uma viga ou deixar uma meia parede, como um balcão de alvenaria. 

Cozinha americana pequena

É nesse momento que é possível entender sobre o tamanho que pode ser dedicado à cozinha americana. 

E como hoje tem sido cada vez mais comum a construção de casas e apartamentos menores, uma cozinha americana pequena pode ser uma saída e tanto.

Aqui a palavra de ordem é criar ambientes inteligentes. Cada espaço conta, portanto, com móveis planejados ou modulados — vendidos parcialmente prontos — podem cair como uma luva em seu projeto.

Use e abuse de nichos e prateleiras para aproveitar o potencial das paredes. Uma alternativa também é investir em eletrodomésticos funcionais, que realmente serão usados no dia a dia.

Aqui vale adquirir, por exemplo, móveis modulados que podem ser ótimos para compor uma   cozinha americana quadrada. Quanto às cores, aposte em tons sóbrios por serem atemporais.
Preparamos outro texto que você pode gostar sobre bancada para cozinha pequena: dicas para aderir na sua casa.

Cozinha americana em apartamento pequeno no qual a mesa com cadeiras dividem os ambientes.
Avalie o seu espaço para entender que tipo de integração funciona melhor na sua cozinha, seja com a bancada tradicional ou com um móvel (Projeto: Thais Schiavo)

Se o espaço é quadrado  — médio ou grande  —, a cozinha em "G" é a melhor opção. Assim, é possível manter geladeira, pia e fogão em forma de triângulo e incluir um balcão para refeições rápidas.

A cozinha em "L" é uma alternativa para espaços retangulares, com os balcões junto às paredes. Outra opção é a cozinha em "U", que também funciona para áreas quadradas. 

Já no caso das cozinhas do tipo corredor — comuns nos apartamentos atuais —, a estrutura linear faz mais sentido, com geladeira e fogão separados pela pia. 

Aproveite e confira este outro post com 50 ideias de cozinha para criar um ambiente único.

2. Descubra as medidas para ter uma cozinha funcional 

Se você quer um balcão mais alto, o ideal é que a altura dele seja de 110 cm e que as banquetas usadas também sejam altas. A largura pode ser de 40 cm, com um espaço de 25 cm para cadeiras e pernas.

Cozinha americana em apartamento pequeno no qual a refeições são feritas no balcão. Nele, também há uma televisão.
A altura adequada do balcão é fundamental para proporcionar funcionalidade no dia a dia. (Projeto: Amanda Miranda)

Agora, se você preferir um balcão mais baixo pode usar a altura de 75 cm, com a mesma largura e o espaço para as pernas usados no balcão alto.
De todo modo, é importante respeitar a largura mínima de 60 cm por pessoa, em ambos os casos.

3. Considere os outros ambientes que serão integrados 

É essencial que você considere os demais espaços que serão integrados à cozinha, para que a sua decoração seja harmônica.

As decorações não precisam ser iguais, já que se tratam de ambientes diferentes. Mas devem ser complementares. Já pensou em uma cozinha roxa e uma sala laranja? Com o tempo, as cores diferentes podem cansar o visual. 

Uma boa ideia para integrar os ambientes é usar algum elemento ou cor que se repete. Por exemplo, uma mesma cor no piso da sala e na decoração da cozinha. 

cozinha americana integrando cozinha, sala de estar e varanda.
É importante que os ambientes integrados à cozinha tenham harmonia e sintonia em termos decorativos (Projeto: Cássio Olivato)

O pulo do gato é gerar uma impressão de continuidade visual. Para isso, use os melhores revestimentos, móveis e demais detalhes que precisam seguir uma linguagem semelhante.

Por exemplo, caso a ideia seja fazer com que os espaços pareçam maiores, vale a dica de usar o mesmo revestimento no piso da sala de estar/jantar na cozinha.

4. Analise o esquema de cores 

As cores são essenciais na decoração da cozinha americana e especialmente importantes nos espaços integrados. Elas devem traduzir o estilo do ambiente e garantir harmonia com os demais, como a sala de estar ou de jantar. 

As cores claras e neutras são as mais indicadas para cozinhas americanas pequenas. Isso acontece porque refletem a luz e fazem com que o espaço pareça amplo. 

Cozinha americana ampla, dividida com balcão de madeira. No ambiente, além do aproveitamento da luz natural, também há uma composição de outros móveis e revestimento em acabamento em madeira.
As cores claras e neutras são ideais para deixar as cozinhas mais iluminadas e visualmente maiores (Projeto: It's Arq)

Sofisticação é o seu segundo nome? Então, use tons intensos nos detalhes, como nos revestimentos do backsplashes (o frontão da pia) ou nas portas dos armários. 

Um estilo que andou dando o que falar, o industrial, combina superbem com nuances de cinza e preto. Ainda, podem ter pontos em vermelho, azul-escuro ou amarelo. 

Os revestimentos que reproduzem concreto e os eletrodomésticos em inox também são excelentes alternativas nesse caso.

E para quem gosta de uma cozinha aconchegante, combine tons terrosos com detalhes em madeira e texturas naturais. 

Aliás, os porcelanatos que recriam madeira são ótimas opções. Isso porque podem ser molhados sem preocupação com a durabilidade.

5. Adote uma boa iluminação 

Cozinha americana com iluminação em cima do balcão.
A iluminação pendente sobre a bancada também serve para decorar o ambiente (Projeto: Iespa Arquitetura)

Priorize a iluminação natural, mas não se esqueça de reforçar a artificial. No teto, considere usar trilhos, caso queira uma decoração mais moderna e urbana. 

Invista em spots direcionáveis ou fitas de LED embaixo de armários e nichos na região das bancadas

Outra alternativa são as luminárias pendentes, instaladas a uma altura entre 70 a 90 cm. São muito charmosas e também podem aparecer com uma luz amarelada no balcão

No restante, você pode utilizar uma luz branca, que garante foco e concentração. 

6. Planeje o mobiliário

Uma cozinha americana precisa ser bem organizada, já que toda a "bagunça" fica visível facilmente. Por isso, pense cuidadosamente na marcenaria, planejando-a de acordo com a sua necessidade.

Avalie tudo o que você tem para guardar. Meça a altura e a largura dos eletroportáteis, por exemplo, para planejar seus móveis de forma adequada. 

Assim, é possível definir quantas prateleiras internas os armários precisam ter, de quanta altura elas necessitam e como deve ser a disposição de gavetas e outros itens. 

Além dos armários tradicionais — aéreos e balcões —, você pode usar prateleiras externas e nichos. Dessa forma, é possível quebrar a rigidez e ter mais leveza, ao mesmo tempo em que garante espaço extra de armazenamento.

Confira também este texto sobre cozinhas planejadas: como elaborar um projeto personalizado.

Cozinha americana com mobiliário colorido combinado com nichos.
Prateleiras e nichos criam áreas de armazenamento, mas não pesam visualmente, sendo um ótimo recurso para cozinhas pequenas (Projeto: Doma Arquitetura)

Se for incluir um armário em cima do balcão, é importante se atentar às medidas corretas. No caso da bancada alta, a distância entre eles deve ser de 70 cm. Já para a bancada baixa, a distância precisa ser de 105 cm.

Ideias de balcão para cozinha americana 

O balcão para cozinha americana pode ser em:

  • madeira maciça, ou mais comum em MDF laqueado ou laminado;
  • alvenaria, incluindo porcelanatos e Lastras, que são mais sustentáveis;
  • granito, mais resistente se comparado ao mármore, que é mais poroso;
  • mármore, mais comum e adotado mais por sua função estética.

Aproveite para conferir o post sobre madeira na cozinha: formas de utilizá-la e projetos para inspirar.

7. Use um depurador ou uma coifa em sua cozinha americana

depurador em cozinha americana
Depurador em cima da cozinha americana (Projeto: Nathália Montans / Foto: Rafael Guimarães)

O depurador ou a coifa impedem que os odores e vapores dos alimentos invadam a sala e se espalhem para a casa toda. Também servem como excelentes pontos focais da decoração.

8. Capriche na escolha dos revestimentos 

Os revestimentos para a cozinha americana garantem segurança, funcionalidade e beleza. Opte por versões que não escorreguem, sejam fáceis de limpar e não manchem. 

No caso dos porcelanatos, os modelos com acabamento natural são os mais indicados. 

As paredes podem contar com diferentes inovações, como as lastras. O recurso confere amplitude ao espaço, ou os porcelanatos, que reproduzem madeira, concreto ou mármore. 

Pastilhas e azulejos também são excelentes ideias, trazendo irreverência para aqueles que preferem deixar a cozinha americana colorida e com atitude.

No artigo sobre azulejo para cozinha, por exemplo, damos dicas de cores, tamanhos e tipos e acabamentos para o revestimento da parede da cozinha.

Cozinha americana com parede com revestimentos.
As bancadas de porcelanato são elegantes e práticas, como essa versão com Atlântico Polido (Projeto: Portobello S.A.)

Já os revestimentos cerâmicos são os mais indicados para as paredes da cozinha. Especialmente para o backsplash, porque resistem à água, não mancham com facilidade e são fáceis de limpar. 

As bancadas podem ser feitas de diferentes materiais. As pedras naturais são mais comuns, porém, dependendo do material escolhido, tendem a manchar, além de dar mais trabalho para limpeza.

Uma opção é incluir o porcelanato na cozinha. Esse revestimento não mancha, é fácil de manter, mais higiênico e recria diversas matérias-primas, incluindo mármores nobres.

Quais são as vantagens da cozinha americana?

Os benefícios de apostar em uma cozinha americana são vários:

  • ganho de espaço, já que as paredes contam com espessura de 10 a 25 cm, em média, facilitando a fluidez e a disposição de móveis e eletrodomésticos;
  • possibilidade de otimizar os ambientes, sendo uma alternativa interessante para quem precisa fazer uma cozinha americana pequena;
  • sensação de amplitude, com melhor aproveitamento da luz natural e artificial;
  • integração da casa, melhorando a convivência entre os moradores;
  • visual moderno, especialmente quando não se faz uma reforma há tempos.

Gostou do conteúdo? Aproveite que agora você já sabe como planejar e decorar a sua cozinha americana para conhecer a decoração tropical. É uma ótima forma de levar brasilidade para a sua casa!

Compartilhe
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas
Sua avaliação

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Archtrends Portobello
Colunista

O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.

    O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura e design com foco em revestimentos.

    ® 2023- Archtrends Portobello

    Conheça a Política de Privacidade

    Entenda os Termos de Uso

    Veja as Preferências de Cookies