23.01.2023
Avaliação
()
Entre tendências 2023, Vulnerapy deixa à mostra quem realmente somos, como em um espelho (Projeto: Portobello)
0

Inside Out: tendências de comportamento com foco no essencial

minutos de leitura
Reunimos as tendências de comportamento vistas em Inside Out, conceito abordado pelo Trendbook da Portobello. Saiba mais e confira exemplo de aplicação
minutos de leitura

Olhar para o interior na busca pelo bem-estar é uma das tendências de comportamento para 2023 que chega para mudar o curso de outro conceito.

A cultura do bem-estar foi levada ao extremo. O que era para ser algo positivo se tornou nocivo. Gerou ansiedade e desespero para aprender como ter saúde física e mental.

Agora, a macrotendência Inside Out convida a olhar para dentro, para a busca do equilíbrio e do autoconhecimento que, de fato, ajudam a levar uma vida mais tranquila.

Ela aparece no segundo Trend Book da Portobello ao lado de outras duas macrotendências que se dividem para esmiuçar conceitos que vamos ver nos próximos anos: We Manifesto e Neo Real.

A aplicação pode ser tanto na arquitetura e na decoração quanto na moda, nas artes, na tecnologia e em diversos outros mercados.

Tendências de comportamento se baseiam em momento atual

Tendências de comportamento, contexto
Tons terrosos, luz natural e materiais naturais ajudam a levar bem-estar, atendendo às necessidades atuais
(Projeto: Portobello)

Para chegar às tendências 2023, é necessário olhar para o contexto em que vivemos. Afinal, é a sociedade e o seu comportamento que definem o caminho que os mercados devem seguir.

Essas referências externas trazem para o ano que se inicia sentimentos como quebra, interrupção e disrupção.

Afinal, vivemos incertezas e medos por causa da pandemia em 2020 e 2021. Em 2022, foi o começo da adaptação ao novo mundo. Agora, sem máscaras.

Mas quando achamos que, finalmente, poderíamos voltar a viver como antes, nos deparamos com o início de guerras e a ascensão de ditaduras em diversos países, além de muitos protestos.

Mudanças também ocorreram no dia a dia e nos relacionamentos, como é o caso do trabalho híbrido.

Tudo isso sempre com o celular nas mãos e os olhos atentos para não perder nada. No entanto, não somos capazes de consumir todo o conteúdo com profundidade. Rolamos o feed e paramos só naquilo que nos toca.

Esse é um caminho que leva à superficialidade e à ansiedade de muitos. Sem falar no distanciamento das pessoas e dos encontros presenciais.

Em meio a isso tudo, há ainda a necessidade de se posicionar. Mas como, se consumimos tantos assuntos de forma superficial? 

Mesmo assim, queremos atender a esse senso de urgência, que pode não fazer sentido algum.

Tendências de comportamento, significado
Artesanato e materiais naturais estão entre tendências 2023 que se mantêm
(Projeto: Portobello)

É nesse cenário que surgem as tendências de comportamento que encontramos no Trend Book da Portobello.

Algumas são bem parecidas com as vistas na primeira edição. É o caso de materiais naturais e processos limpos vistos na macrotendência Me is We.

Já o conforto e o bem-estar de Wellbeing aparecem novamente, mas indo por outro caminho. O lúdico e o sonho também estiveram presentes com Soft Tech

Agora, é hora de atualizar esses conceitos e se adaptar para os próximos anos!

Tendências de comportamento buscam bem-estar em Inside Out

Do inglês, a expressão Inside Out quer dizer “de dentro para fora”. E é exatamente sobre isso que tratam as tendências de comportamento ligadas a esse conceito.

Depois de momentos de estresse e apreensão, é a hora de desacelerar; de olhar para dentro e focar naquilo que é essencial.

Foi-se a era em que era importante ter uma casa abarrotada de móveis e objetos. Atualmente, prevalecem espaços com uma pegada clean e minimalista.

Um reflexo de um estilo de vida que prioriza o conforto e a qualidade em vez do consumo desenfreado — que, inclusive, é uma atitude mais sustentável.

Contudo, Inside Out é uma das tendências 2023 que podem parecer familiares. Ela tem bastante semelhança com Wellbeing, que apareceu no último Trend Book da Portobello.

Entretanto, essa foi uma tendência levada ao exagero, o que vem sendo chamado de “positividade tóxica”. 

Com isso, veio a obrigação de se sentir bem o tempo todo, o que pode ter um efeito contrário na vida das pessoas.

Pensando nisso, chegou Inside Out, um movimento que prega a gentileza consigo mesmo durante essa busca pelo bem-estar.

Ou seja, é fazer as pazes com as próprias falhas, abraçando as vulnerabilidades e se valorizando. É hora de se reconectar com o interior, com o essencial, de dentro para fora.

Inside Out se divide em três microtendências para ilustrar como é possível colocar esse conceito em prática: Essentia Matters, Comfy Being e Vulnerapy.

Essentia Matters

Tendências de comportamento, Essentia Matters
Naturalidade dos cobogós ajuda a compor espaços mais aconchegantes
(Projeto: Portobello)

Um dos pontos marcantes dessas tendências de comportamento é a valorização do essencial. Isso aparece em materiais e formas. Tanto quando falamos em arquitetura e decoração quanto em outros mercados, como o de moda.

Isso requer transparência no discurso e no processo. Ou seja, é a união de beleza, funcionalidade e verdade. Tudo em função da busca por uma vida mais plena, que foca no que realmente importa.

Um exemplo é o escritório do Google na Nova Zelândia. Por lá, um teto digital foi instalado para exibir quadros retratando a natureza local. Uma forma de mostrar respeito ao patrimônio e às culturas nativas do país.

Nas passarelas, essas tendências 2023 apareceram por meio de texturas naturais

Na Balmain, o estilista Olivier Rousteing montou um desfile com peças usando folha de bananeira, papel, tecidos reciclados, ráfia e madeira, representando diferentes biomas.

Já na Jacquemus, a coleção primavera/verão 2023 chegou trazendo diversas roupas em ráfia, fibra têxtil das palmeiras.

Na Hermès, a conexão com a natureza, que gera bem-estar, aparece por meio dos tons terrosos

Ainda no mundo da moda, uma das tendências de comportamento é a Gorpcore, em que a utilidade e a função das roupas está acima da estética.

Agora, trazendo para a arquitetura e a decoração, temos o cobogó Fitas, de Fernando e Humberto Campana. O design geométrico em terracota foi produzido em Minas Gerais por meio de um processo artesanal.

Ideia e estética semelhantes aos cobogós da linha On Fire, da Portobello, que formam paredes vazadas.

Comfy Being

Tendências de comportamento, Comfy Being
Formas orgânicas, tapetes e acolchoados estão entre tendências 2023
(Projeto: Portobello)

Entre as tendências de comportamento, Comfy Being traz acolhimento. É o conceito de se sentir abraçado para reiniciar.

Chega como uma pausa na rotina para um cuidado pessoal (self care) com toques orgânicos, fluidos e envolventes.

Isso pode acontecer de diferentes maneiras, como por meio de móveis em formas orgânicas. Elas refletem um mundo pós-pandemia, que ressignificou a relação com a casa.

Além dos formatos que fogem das linhas retas, acompanham ainda tecidos macios e cores quentes, sempre buscando aconchego.

Por falar nisso, a paleta de tons neutros também é uma das tendências de comportamento. Isso porque remete ao silêncio e à calmaria. São nuances de areia e cinzas aquecidos, todos naturalmente orgânicos.

Essas tendências 2023 aparecem no revestimento de parede. Um exemplo é o Moooi, apresentado no Salone del Mobile 2022. Acolchoado e macio, ele estende o conforto dos tapetes por todo o espaço.

Ainda falando sobre móveis, a coleção Metamorfose, dos irmãos Campana para Paola Lenti, surgiu a partir da recuperação de sobras de tecidos e materiais usados nas criações da designer italiana. 

As peças únicas têm formas orgânicas e muitas cores. Tudo feito à mão e acolchoado, priorizando o conforto.

Conforto também nas passarelas, como acontece na coleção primavera/verão 2023 da Louis Vuitton. Formas amplas e arredondadas, acabamentos acolchoados e um visual mais informal estiveram presentes em diferentes itens.

Vulnerapy

Tendências de comportamento, Vulnerapy
Transparências e espelhos são formas de aplicar tendências de comportamento na arquitetura e na decoração
(Projeto: Paola Navone)

Entre as tendências de comportamento de Inside Out, temos ainda Vulnerapy, uma fusão das palavras inglesas vulnerability ("vulnerabilidade") e therapy ("terapia").

É uma forma de cura coletiva. Ela acontece por meio da expressão do verdadeiro, algo que pode ser terapêutico tanto para a própria pessoa quanto para quem está ao redor.

Isso porque é uma maneira de enxergar a realidade sem a aplicação dos filtros dos outros. Portanto, acaba com a ideia nociva de uma vida perfeita e inalcançável, como vemos nas redes sociais.

Aqui, entra também uma questão sobre transparência, de deixar à mostra quem é de verdade. Isso é incentivado pelo aplicativo Be Real.

Sua intenção é mostrar o dia a dia. Em horário aleatório, os usuários da rede social são notificados para capturarem o momento da foto. A ideia é compartilhar o registro em até dois minutos, gerando conteúdo autêntico.

E que tal rir de nós mesmos e da nossa vulnerabilidade? Foi a proposta da Moschino. Na passarela, looks com boias infláveis chegam para resgatar as pessoas de notícias negativas, como crise econômica.

Já Alexander McQueen uniu moda e arquitetura por meio da transparência que conecta. A grife apostou em uma bolha transparente em forma de nuvem para apresentar sua coleção de primavera 2023. A ideia foi trazer luz natural para levar reflexão e conexão pós-isolamento.

E se enxergar o outro e ser visto é uma das tendências de comportamento, outra proposta interessante é a dos mobiliários transparentes, apresentada pela Glas Italia no Salone del Mobile 2022.

Além de contribuir para que a casa seja um local de acolhimento, a transparência ainda deixa a luz entrar, o que aumenta a sensação de bem-estar.

Certamente, as tendências de comportamento de Inside Out indicam o que veremos em diferentes mercados daqui para frente.

Se você quer ficar por dentro de outras tendências 2023, baixe aqui o Trendbook da Portobello gratuitamente!

Compartilhe
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas
Sua avaliação

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Archtrends Portobello
Colunista

O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.

    O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura e design com foco em revestimentos.

    ® 2023- Archtrends Portobello

    Conheça a Política de Privacidade

    Entenda os Termos de Uso

    Veja as Preferências de Cookies