12.05.2022
Avaliação
0
(0)
Linha Horizontes, Tulum Agave
Pedro Andrade leva um pouco da sua experiência com viagens para a linha Horizontes, inspirada em cinco destinos diferentes (Projeto: Portobello S.A.)
0

5 projetos com a linha Horizontes, uma cocriação entre Pedro Andrade e Portobello

Linha Horizontes é inspirada em lugares que Pedro Andrade visitou e que marcaram sua vida. Veja exemplos de aplicação das peças em projetos de arquitetos cadastrados aqui no Archtrends
minutos de leitura

A linha Horizontes é uma cocriação de Pedro Andrade e da Portobello, inspirada nos lugares favoritos do jornalista e apresentador. 

São revestimentos que proporcionam sensações parecidas com a oportunidade de conhecer destinos como Nova York, Tulum, Santorini, Jaipur e Zanzibar. 

Assim, além de dividir um pouco da sua paixão por viagens no Archtrends e em programas de televisão, Pedro Andrade leva essa experiência para a casa das pessoas. 

Lançada em 2021, a linha Horizontes já faz parte de vários projetos arquitetônicos espalhados pelo Brasil, sejam eles comerciais ou residenciais. 

Aqui no Archtrends, é possível conferir alguns deles e se inspirar. Embarque conosco!

Conheça a linha Horizontes e viaje com Pedro Andrade 

Pedro Andrade ganhou o mundo em um programa de televisão em que explora um lugar diferente a cada episódio. 

Em Pedro Pelo Mundo, do canal GNT, ele viveu grandes experiências, e muitas deixaram marcas em sua história. 

Para dividir um pouco da sua paixão por viagens e dos sentimentos que tem por determinados destinos, criou a linha Horizontes, em parceria com a Portobello. 

A proximidade com a arquitetura veio quando Pedro Andrade se tornou editor no Archtrends, portal da Portobello que serve como vitrine para profissionais desse mercado exibirem seus trabalhos.

Ele contribui com a Portobello como apresentador, mas também escreve, dividindo opiniões e experiências. Inclusive, foi nelas que ele se inspirou para criar a linha Horizontes. 

Linha Horizontes, Jaipur, Jaipur Chandra
Formato e cores dos tijolinhos Horizontes permitem diferentes formas de uso (Projeto: Portobello S.A.

A ideia foi humanizar a arquitetura com revestimentos que refletem aspectos como cores, texturas e sabores que o jornalista experimentou em cinco lugares que marcaram sua vida:  

  • Nova York, nos Estados Unidos, onde Pedro Andrade mora;
  • Zanzibar, arquipélago da Tanzânia, na costa leste da África;
  • Santorini, ilha que pertence à Grécia, no sul do mar Egeu;
  • Jaipur, capital do Rajastão, na Índia;
  • Tulum, no México. 

Eles se desdobram em três peças: uma lisa e duas decoradas. E como tem formato 6,5x23 cm, a linha Horizontes permite apostar em diferentes tipos de paginação. Assim, torna cada projeto único, como os destinos que a inspiraram. 

Os produtos transitam entre tonalidades como verde, azul, rosa, preto e branco. A aplicação pode acontecer em praticamente qualquer ambiente da casa: quartos, salas, cozinhas, banheiros, áreas externas e até no piso, em locais com tráfego leve. 

Inspire-se em projetos com a linha Horizontes 

Chegou a hora de conferir alguns exemplos de aplicação da linha Horizontes em ambientes para se inspirar e levar um pouco das experiências de Pedro Andrade para os seus projetos. Acompanhe! 

1. Formato permite criar superfícies orgânicas

Linha Horizontes, Zanzibar Arquipélago
Cores e formas remetem à natureza e aumentam o bem-estar
(Projeto: QOZ Arquitetos - São Paulo (SP) / Foto: Carolina Mossin)

Quem está em busca de elementos que tornem o projeto único pode abusar das possibilidades que a linha Horizontes oferece. 

O formato, por si só, já permite usar a criatividade na hora da paginação. Escama de peixe, espinha de peixe, transpassado, chevron, dama… São muitas as opções! 

Inclusive, dá para revestir superfícies com formas orgânicas, como no exemplo acima.

Nele, o produto escolhido foi Horizontes Zanzibar Arquipélago, que remete ao conjunto de ilhas que reúne paisagens de tirar o fôlego. Não é à toa que o lugar marcou Pedro Andrade.

Para o jornalista, Zanzibar transmite à paz. Por isso, os produtos homônimos são ideais para locais que inspiram tranquilidade. 

Assim, eles aproximam qualquer cantinho da casa da natureza, tornando o espaço mais propício ao relaxamento. 

Nesse caso, a sensação ganha o reforço da bancada arredondada, que também remete a formas como as ondas do mar. 

2. Mistura também pode ser entre linha Horizontes e outros materiais 

Linha Horizontes, New York Downtown
Combinação entre revestimentos decorado, marmorizado e amadeirado traz personalidade para o ambiente
(Projeto: Kaléo Guilherme Pereira - PR)

Além de revestir paredes inteiras com diferentes opções da linha Horizontes, é possível misturar os produtos no formato 6,5x23 cm com outros materiais. 

Mármore, madeira, concreto… Há várias possibilidades de uso, seja o revestimento em questão liso ou decorado.

A maneira de aplicar também varia. Pode ser meia parede de cada material, um deles formando uma faixa e por aí vai. 

No projeto acima, não é só a mistura de materiais que chama a atenção. Estampas e texturas se combinam para formar uma superfície única. 

Nesse tipo de mix, uma dica é buscar por produtos que tenham tons parecidos, pois isso ajuda a criar unidade visual. No entanto, escolher uma cor diferente é ideal para destacar uma parte do projeto.

3. Revestimentos da linha Horizontes são boas opções para áreas externas

Linha Horizontes, New York Downtown
Além de áreas internas, linha Horizontes pode embelezar quintais e varandas
(Projeto: AD Paisagismo - Campo Grande (MS) / Foto: Alessandro Gruetzmacher)

O formato e as cores dos produtos da linha Horizontes podem remeter a projetos de áreas internas. Mas a verdade é que eles também podem ser aplicados do lado de fora, em quintais e varandas, por exemplo.

No ambiente acima, a neutralidade de Horizontes New York Downtown ajuda na decoração com elementos como madeira e plantas, que trazem a natureza para perto.

Contudo, a cor escura se destaca, chamando a atenção para a superfície decorada, que tem seus detalhes revelados no contato com a luz natural.

4. Linha Horizontes também pode ser aplicada em pisos

Linha Horizontes, New York
Projeto traz mistura inusitada de revestimentos no piso, incluindo peça da linha Horizontes
(Projeto: CasaCam Arquitetura / Ângela Villar Nogueira Paes Cambraia - Brasília (DF)/ Foto: Felipe Araújo)

Apesar do formato 6,5x23 cm ser mais usado em paredes, também é possível aplicar os produtos da linha Horizontes em pisos. Contudo, é importante escolher peças sem texturas para essa finalidade. 

No projeto acima, a opção foi pelo Horizontes New York, que tem acabamento mate e combina facilmente com outros revestimentos.

Inclusive, a mistura entre o preto e o branco tende a dar um toque retrô ou clássico aos projetos. 

No entanto, também pode deixar os espaços bastante modernos, principalmente quando o ambiente conta com elementos que remetem a outros estilos, como o rústico. 

5. Relevos e texturas da linha Horizontes proporcionam leveza 

Linha Horizontes, New York Downtown
Decoração em tons escuros ganha suavidade com relevo do produto da linha Horizontes
(Projeto: Patrícia Makhoul e Gustavo Dias - Ribeirão Preto (SP) / Foto: Carolina Mossin)

Nova York é conhecida como a cidade que nunca dorme. Repleta de bares e restaurantes, serve de inspiração para mais um produto da linha Horizontes, que fica ótimo em projetos comerciais.

A aplicação pode ser em diferentes áreas, incluindo balcões. Assim, dá destaque para essa parte da decoração.

Chama ainda mais a atenção quando a combinação é com branco, formando um contraste clássico e elegante.

No entanto, a cor escura de Horizontes New York Downtown também fica ótima com cinza e preto, por exemplo.

Nesse caso, são os relevos e as texturas do produto de Pedro Andrade que ajudam a dar leveza à decoração em cores escuras.

Se você gostou da linha Horizontes e quer saber mais sobre as fontes de inspiração para as peças, ouça o Podcast Archtrends com Pedro Andrade

Foto de destaque: Pedro Andrade leva um pouco da sua experiência com viagens para a linha Horizontes, inspirada em cinco destinos diferentes (Projeto: Portobello S.A.)

Compartilhe
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas
Sua avaliação

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Archtrends Portobello
Colunista

O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.