18.07.2022
Avaliação
0
(0)
Os filetes chegaram para compor a decoração de interiores em diferentes materiais, cores e estilos (Projeto: Daniele Franco / Foto: Felipe Araújo)
0

Filetes: multipossibilidades para decorar projetos dos sonhos

Em paredes, piso e até dentro da piscina! Os filetes podem ser usados em diferentes partes do projeto para levar sofisticação e personalização
minutos de leitura

Os filetes estão em alta na decoração de interiores e são uma ótima opção para customizar a aparência dos ambientes.

Afinal, eles podem aparecer em diferentes matérias-primas e cores, o que permite inúmeras possibilidades de combinação com outros materiais.

Quer saber mais sobre esse produto, entender como pode ser usado e ainda conhecer opções de filetes? Continue a leitura!

O que são filetes?

Filete Metallica Plan Black
Filete cria detalhes na decoração (Projeto: Portobello S.A.)

Basicamente, os filetes são cortes finos de um material, que serve para fins de decoração ou proteção.

Com formato longilíneo, podem ter aplicação em pisos, paredes, escadas e nichos, entre outras possibilidades.

Eles são produzidos em cerâmica, alumínio, aço inox, PVC e até madeira. Tudo vai depender das matérias-primas com as quais o fabricante costuma trabalhar.

No caso da Portobello, há opções em cerâmica, além dos filetes metálicos, que podem aparecer em alumínio e aço inox.

Quais são as principais vantagens dos filetes?

Se você está na dúvida sobre o uso desse produto na obra, aqui vão alguns benefícios para considerar:

  • personalização: com os filetes, dá para deixar as superfícies como quiser. É possível ousar nas paginações e levar um toque especial de iluminação, no caso dos produtos retroiluminados;
  • resistência: não é necessário fazer meia esquadria em cantos de parede quando se usa um filete. Isso sem falar que o item confere um acabamento mais bonito e moderno;
  • versatilidade: dá para aplicar no piso, na parede, em áreas internas, externas, secas e até molhadas. Há modelos de filetes ideais para cada parte da obra;
  • variedade: como temos vários tipos à venda, é possível escolher cores e materiais que combinem melhor com o ambiente.

Como usar filetes na decoração?

Filete Terralma Riviera
Filetes cerâmicos podem ser usados entre revestimentos para criar relevo e deixar superfície personalizada
(Projeto: Andrea Gonzaga)

O formato e a variedade de materiais, cores e acabamentos permitem usar filetes em praticamente qualquer lugar. Sendo assim, eles são ótimos para ambientes com diferentes estilos.

Em uma decoração clássica, um filete dourado tende a cair superbem. Já um preto dá um toque especial em um décor contemporâneo ou industrial.

Sem falar que você pode utilizar de várias maneiras, formando desenhos geométricos, molduras... Basta usar a imaginação!

Entre as principais possibilidades estão:

  • formando um painel na parede, em combinação com porcelanato ou Lastra. É possível aplicar entre uma peça e outra, criando detalhes na paginação;
  • em escadas, tanto nos degraus quanto na parede. Ao optar pelos filetes retroiluminados, também dá para garantir mais segurança;
  • como moldura de um painel, fazendo o acabamento no entorno do material, que pode inclusive ser cerâmico;
  • para dar o acabamento a nichos decorados, que às vezes servem até como mesa de cabeceira;
  • para valorizar o revestimento e criar um ponto de luz, no caso dos filetes retroiluminados;
  • no acabamento de meia parede, contribuindo para uma transição mais harmônica;
  • na transição entre dois tipos de revestimento, tornando a combinação suave;
  • para fazer o acabamento de canto de parede, levando mais resistência;
  • na finalização do topo de rodapés.

Quais são as principais dúvidas sobre filetes?

Depois de descobrir o que é, conferir as vantagens e entender as possíveis aplicações, você pode ter ficado com algumas dúvidas sobre os filetes. Por isso, separamos as mais comuns. Acompanhe.

É possível usar filetes em qualquer parte da obra?

Filete Metallica Plan Gold
Filetes podem ser usados em diferentes partes do projeto, incluindo áreas molhadas (Projeto: Portobello Shop Palmas)

Mencionamos que os filetes são bastantes versáteis. Mas você precisa ficar de olho em alguns detalhes na hora da compra.

É fundamental observar a indicação do fabricante quanto ao local de uso.

Os de alumínio, por exemplo, podem ser usados até mesmo em paredes de espaços molhados, como no box do banheiro.

Por sua vez, os de inox podem ser assentados em áreas internas, externas, no piso, na parede e até em piscinas.

Para não deixar ninguém com dúvida, a Portobello adota as seguintes nomenclaturas em seus filetes:

  • FA: para fachadas e piscinas;
  • RE: para pisos residenciais;
  • RI: para paredes internas.

Os filetes podem substituir o rejunte?

Não, o filete e o rejunte têm funções diferentes. Enquanto o primeiro decora e protege quinas, o segundo veda e faz o acabamento entre uma cerâmica e outra.

Sendo assim, um não pode substituir o outro. Inclusive, na hora de assentar os filetes, é necessário usar rejunte.

Filete Metallica Lumi
Filetes têm instalação simples, mas também precisam de rejunte (Projeto: Portobello S.A.

Como instalar filetes?

De maneira geral, é fácil instalar filetes. No entanto, o passo a passo vai depender do tipo de matéria-prima de fabricação do produto. A seguir, ensinamos a assentar os mais comuns.

Mesmo assim, algumas etapas são iguais, como o planejamento da paginação e a previsão dos cortes utilizando uma serra específica para o material.

Além disso, é fundamental fazer a inspeção visual das peças, a impermeabilização do local (se necessário) e a limpeza da área.

Ainda é importante verificar se a superfície está plana usando um nível de bolha ou laser.

Instalando filetes cerâmicos

Materiais necessários
  • desempenadeira com cobertura de borracha;
  • desempenadeira dentada de 6 mm;
  • esponja para limpeza das peças;
  • escova de cerdas macias;
  • espátula de plástico;
  • lápis de carpinteiro;
  • mangueira de nível;
  • colher de pedreiro;
  • esquadro metálico;
  • trena ou metro;
  • régua metálica;
  • linha de nylon.
Como instalar

Prepare a argamassa colante de acordo com o local de instalação.

Observe se o mesmo fabricante não oferece um produto específico para a linha de filetes que você comprou.

Assim, é possível ter uma instalação com estética mais harmônica, pois fica tudo exatamente da mesma cor.

No caso de paredes e fachadas, o assentamento deve começar de baixo para cima. Se o piso ainda não estiver instalado, calcule o espaço que precisa deixar.

Então, espalhe a argamassa colante sobre a base com o lado liso da desempenadeira, formando um ângulo de 30º. Deixe uma espessura suficiente para formar cordões.

Com o lado dentado da desempenadeira, abra os cordões, criando um ângulo com a base de aproximadamente 60º. Lembre-se de que eles devem estar totalmente preenchidos, sem falhas.

Além disso, o ideal é não espalhar argamassa colante em uma área maior que 1,5 m², pois sua consistência pode mudar, tornando-se inadequada.

Quando houver a combinação com outros revestimentos, verifique a espessura dos demais produtos para nivelar.

Na hora de assentar os filetes, certifique-se de que os cordões ficaram totalmente amassados. Para garantir que isso aconteça, você pode pressioná-los com uma desempenadeira com base de borracha.

Se transbordar argamassa, retire o excesso com ela ainda molhada, evitando riscos na hora de limpar o filete.

Filete cerâmico, assentamento
Assentamento de filetes cerâmicos é semelhante à instalação de revestimentos (Foto: Portobello S.A.)

Então, utilize junta de assentamento entre as placas, independentemente do tipo de paginação que escolher. Para saber a espessura ideal, consulte o fabricante.

Espere a argamassa secar para aplicar o rejunte. Assim que este último também estiver seco, use uma espátula para remover o excesso.

Para finalizar, utilize uma esponja macia umedecida em água para limpar.

Assentando filetes metálicos

Materiais necessários
  • desempenadeira com cobertura de borracha;
  • desempenadeira dentada;
  • lápis de carpinteiro;
  • mangueira de nível;
  • esquadro metálico;
  • colher de pedreiro;
  • trena ou metro;
  • régua metálica;
  • linha de nylon.
Como instalar

Para assentar filetes metálicos, use a mesma argamassa recomendada para porcelanato ou cerâmica. No preparo, siga as recomendações do fabricante.

Então, aplique-a no local em que os filetes serão assentados usando a desempenadeira.

Tire a película protetora que envolve o metal. Pressione a base perfurada, de maneira que a argamassa saia pelos orifícios.

Depois disso, insira a junta de assentamento entre o filete e a cerâmica, seguindo a indicação do produto.

Remova o excesso da argamassa usando uma esponja ou um pano macio umedecido em água. Espere secar para aplicar o rejunte.

Quando tudo estiver seco, limpe com pano úmido para remover o restante dos resíduos.

Filete cerâmico, limpeza
Limpeza dos filetes cerâmicos entre os tijolinhos logo após a instalação é mais fácil e evita riscos por atrito (Foto: Portobello S.A.)

Como fazer a manutenção?

Assim como o assentamento, a manutenção dos filetes vai depender do material em que foram fabricados.

No caso dos cerâmicos, basta usar um espanador de pó ou pano de algodão úmido. Se houver mancha, limpe com detergente neutro. Para enxaguar, utilize um pano limpo umedecido em água.

Agora, se os filetes forem de alumínio, use apenas um pano de algodão. Já para os de aço inoxidável, o ideal é utilizar detergente neutro diluído em água.

Caso tenham acabamento brilhante, você pode usar limpador de vidros ou cristais. Os metálicos precisam ser enxaguados e secos para evitar manchas.

Quais são as opções de filetes da Portobello?

Sempre de olho nas tendências e nos desejos de arquitetos e consumidores, a Portobello lançou duas linhas que contam com opções de filetes.

Metallica

Filete Metallica Lumi
Linha Metallica reúne quatro tipos de filetes, incluindo retroiluminados (Projeto: Portobello S.A.)

A linha Metallica traz acabamentos longilíneos feitos em metal, com opções em aço inox e alumínio. As peças têm formato 1,6×120 cm, com espessura que pode variar, partindo de 1,5 mm.

Dá para escolher entre quatro alternativas:

  • Valley: em preto e branco, esses filetes são ideais para móveis, proporcionando singularidade. Além disso, é possível dar um respiro na paginação de revestimento;
  • Plan: quadrado, é perfeito para acompanhar porcelanatos retificados, deixando o projeto ainda mais sofisticado;
  • Line: bem fininho, traz suavidade e descrição. É ideal para criar detalhes que pedem leveza;
  • Lumi: são os filetes retroiluminados, indicados para usar em paredes, pisos e tetos.

Terralma

Filete Terralma Seridó
Terralma conta com opções de revestimentos e filetes nas mesmas cores, proporcionando multipossibilidades de paginação (Projeto: Portobello S.A.)

Já quem prefere filetes cerâmicos pode contar com as opções da linha Terralma. As peças têm formato 1,5x37 cm. A tipologia é monoporosa, com indicação apenas RI, ou seja, para paredes internas.

Contam com superfície brilhante e acabamento bold. São ideais para combinar com os demais produtos da coleção, principalmente por aparecerem nas mesmas cores terrosas: Arizona, Bora Bora, Jalapão, Mandacaru, Noronha, Riviera, Sardenha e Seridó.

Quer conhecer todas as possibilidades dos filetes, encontrar revestimentos para coordenar e muito mais? Acesse o site da Portobello e confira as novidades!

Foto de destaque: Os filetes chegaram para compor a decoração de interiores em diferentes materiais, cores e estilos (Projeto: Daniele Franco / Foto: Felipe Araújo)

Compartilhe
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas
Sua avaliação

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Archtrends Portobello
Colunista

O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.