13.05.2022
Avaliação
0
(0)
Escolher o revestimento certo para a cozinha garante elegância e durabilidade (Projeto: Portobello S.A)
0

Revestimento para cozinha: aprenda como aplicar neste ambiente

Os revestimentos de pisos e paredes para cozinha dão o tom da decoração do ambiente, deixando tudo mais confortável e com a personalidade dos moradores. Nós preparamos este conteúdo com direcionamentos certeiros para que você escolha o melhor revestimento para este espaço tão importante no lar. Leia e inspire-se!
minutos de leitura

O assunto revestimento para cozinha traz em si uma infinidade de possibilidades, cores e texturas capazes de transformar um dos ambientes mais movimentados da casa.

É por isso que escolher a melhor forma de dar acabamento a esse espaço vai além da estética: é preciso pensar na praticidade, na segurança e na personalidade dos moradores da residência.

Como este assunto está sempre nos radares da arquitetura, nós do Archtrends Portobello não poderíamos deixar de falar. Confira abaixo nossos insights.

É necessário revestir todas as paredes da cozinha?

Não necessariamente. Isso depende muito da criatividade que o profissional de arquitetura e o residente desejam dar ao projeto.

No entanto, é altamente recomentado, pelo menos, aplicar um revestimento cerâmico na parede atrás do fogão e da cuba esculpida, para ajudar a proteger da possível sujeira, gordura e respingos de água.

O bom de optar pelo revestimento desse ambiente são as infinitas possibilidades de estilos que vêm junto. A dica é misturar elementos e texturas e criar uma decoração única para o espaço.

Qual o melhor revestimento para cozinha?

Sem dúvida, é o porcelanato. Apenas esse revestimento é capaz de unir beleza, decoração, funcionalidade e sustentabilidade em um só material. Porém, existem recomendações para o momento de escolher o revestimento para cozinha ideal:

Revestimento para o piso

Os pisos para a cozinha precisam ser de materiais resistentes a impactos, devido à grande movimentação de pessoas no espaço. Além disso, vale a pena priorizar materiais que não tenham acabamento polido, pois o piso poderá ficar escorregadio por conta do uso recorrente de água, óleo e alimentos que contêm gordura.

Dito isso, vale a pena investir em porcelanatos naturais, já que eles são super versáteis, funcionais e resistentes às situações destacadas no parágrafo anterior.

Cozinha em tons amadeirados e partes brancas. A direita vemos duas banquetas próximas a uma bancada e uma coifa logo acima. Ao fundo vemos a pia e o forno.
Cozinha com detalhes amadeirados e piso de porcelanato que representa mármore (Projeto: Archibox Arquitetura)

Revestimento para parede

Para a parede da cozinha, dê preferência a revestimentos mais lisos e com baixa absorção de água e gordura, o que torna o espaço mais fácil para se limpar, principalmente próximo ao fogão e à bancada.

Novamente, o porcelanato é a melhor opção! O legal é que você não precisa escolher dar esse acabamento para todas as paredes e, mesmo se desejar, pode fazer uma mistura harmoniosa de estilos e tipos de revestimento de parede e criar um ambiente totalmente com a sua cara e personalidade.

Área de Lazer com piso amadeirado e piscina. Ao fundo, um espaço gourmet com mesa e algumas cadeiras.
Área de lazer com espaço gourmet, piscina e deque de madeira (Projeto: Diogo Mendes Gonçalves)

Revestimento para bancada

Os revestimentos para bancada de cozinha também precisam ser pensados ao decorar sua casa. Como a bancada é onde as pessoas apoiam os alimentos ou fazem suas refeições, é importante escolher um material resistente a impactos, ao uso de objetos cortantes, por exemplo, e com menos chance de causar problemas futuros.

O porcelanato para bancada da cozinha permite aliar a qualidade dos materiais com os mais variados estilos, cores, formatos e texturas. Fizemos um guia completo sobre porcelanatos para bancada aqui no Portal da Archtrends.

Cozinha americana com bancada em porcelanato que reproduz mármore, quatro banquetas, geladeira prata e mobília de madeira. Acima da bancada há quatro lustres.
Cozinha americana com bancada minimalista e complementos modernos (Projeto: Yuli Felde)

Você também pode se interessar: como decorar a cozinha – 5 dicas para renovar o ambiente.

Revestimento para cozinha: como escolher?

Nós já falamos sobre as melhores opções de revestimento para usar no piso, na parede e nas bancadas da cozinha, mas quais são os critérios para fazer uma boa escolha, aliando beleza estética, funcionalidade e qualidade?

Existem diversas opções de revestimento para transformar o cantinho preferido da casa, mas nós vamos te dar insights e munir de conhecimento para fazer a escolha certa. Vamos lá?

1. Defina o estilo de decoração da cozinha

Antes de pensar no revestimento em si, é preciso que você já tenha bem definido em sua mente qual estilo de decoração a cozinha do projeto seguirá, pois essa escolha deve combinar com os móveis e com o gosto pessoal de quem mora na residência. Veja alguns estilos mais conhecidos quando falamos na decoração de casas e apartamentos:

Estilo oriental

O estilo de cozinha oriental preza por otimização do espaço, minimalismo e sofisticação. Para o revestimento do piso, é indicado usar peças que reproduzam madeira e, para as paredes, pode-se optar por um tom vibrante e liso ou por ladrilhos com desenhos que remetam a essa cultura.

Cozinha com paredes vermelhas, com ilha central e uma bancada rebaixada com três cadeiras. Projeto com estilo oriental e móveis minimalistas.
Cozinha com visual moderno, bancada rebaixada e elementos orientais (Projeto: Marcelo Lopes Diniz e Associados)

Estilo moderno

Nesse formato de decoração, tons escuros e vibrantes se misturam, mas sem exageros. Simulações de mármore e metal ajudam a compor uma cozinha neste estilo.

Cozinha com ilha central em porcelanato escuro que interpreta mármore e um ambiente de conceito amplo.
Cozinha em conceito amplo e moderno com ilha central em porcelanato que interpreta mármore (Projeto: Portobello S.A.)

Estilo vintage

O vintage é um segmento muito amplo, visto que engloba algumas épocas com visuais distintos. Para aqueles que buscam algo mais retrô – pode-se pensar nos anos 1920 –, vale a pena apostar em tons pastéis para as paredese em porcelanatos que reproduzam a madeira para o piso.

Os anos 1960 também são clássicos como inspiração, principalmente para quem procura uma atmosfera mais caseira e alegre. A marca mais forte são tons vibrantes de verde, azul, vermelho e amarelo nas paredes, com peças lisas ou ladrilhos, trazendo beleza e criando um ambiente aconchegante — um revestimento xadrez para o piso é o toque final.

Cozinha no estilo vintage com elementos naturais, móveis de madeira, panelas penduradas na parede e uma decoração maximalista.
Cozinha vintage com elementos naturais (Projeto: Ângela Villar)

Estilo minimalista

O estilo minimalista se encontra em alta, devido à sua simplicidade e elegância. Em geral é monocromático, mas é possível criar um contraste entre preto e branco ou, então, entre madeira e tons claros. O revestimento para cozinha minimalista não tem tantos detalhes, sendo, em geral, chapas lisas.

Além desses exemplos, existe um vasto leque de possibilidades. Então, pesquise bastante até encontrar aquele que mais combine com o seu projeto.

Cozinha em tons claros com revestimentos brancos e eletrodomésticos prata. Na bancada existem três banquetas de couro marrom.
Cozinha com ampla bancada central e decoração minimalista (Projeto: Nathália Montans)

2. Identifique o local de aplicação do revestimento

Para fazer a escolha certa do revestimento de cozinha, é preciso saber onde ele será aplicado. Nesse ambiente, existem três principais locais: o piso, a parede e o backsplash.

Piso

Para esse uso, é preciso considerar alguns fatores. O primeiro é verificar se a cozinha será utilizada com grande frequência, aumentando o trânsito de pessoas e carga. Se a resposta for positiva, é preciso escolher um revestimento com maior resistência.

Outro aspecto a ser avaliado são os próprios moradores e se possuem alguma limitação. Se na residência houver um idoso, por exemplo, um piso polido pode não ser a melhor opção, já que tende a ser mais liso e escorregadio.

Parede

Assim como o piso, a parede da cozinha tende a sujar com facilidade, por ser um local onde alimentos são preparados . Portanto, escolha um revestimento que seja fácil de higienizar. Assim, você garante praticidade para os moradores.

Backsplash

Nas cozinhas tradicionais brasileiras, é comum que um único revestimento cubra todo o espaço das paredes. Porém, uma tendência da arquitetura americana vem ganhando cada vez mais espaço por aqui, tanto por seu diferencial estético quanto por sua utilidade: o backsplash.

Seu nome já diz o que ele é. O “back” se refere à parte que ele é colocado: atrás de cubas esculpidas, bancadas e qualquer outra área em que acontecem muitos respingos – ou “splashes” –, seja de óleo, água ou outros líquidos.

Para locais com poucas frituras, ele é uma excelente opção, pois retira a necessidade de se revestir todo o espaço, focando apenas onde é essencial e diminuindo os gastos. E mesmo para quem opta por revestir tudo, ele ainda é um detalhe estético incrível, diferenciando-se do restante e trazendo modernidade e criatividade na decoração do espaço.

O porcelanato é um material bastante versátil e pode ser utilizado nos três locais – piso, parede e backsplash – por oferecer alta resistência aos impactos e trânsito de pessoas, maior praticidade para a limpeza e ter baixa absorção de água. Tudo o que o seu projeto precisa para ter uma cozinha que dure anos.

Cozinha americana com bancada com duas alturas. Os demais móveis são minimalistas e existem vasos de plantas suspensos.
Cozinha americana com bancada em dois níveis (Projeto: Amanda Miranda)

Bônus: aplicação de revestimento na bancada da cozinha

Para escolher o revestimento para bancada ideal, também é importante prezar por materiais resistentes a impactos, que não sejam porosos, para não absorverem água nem acumularem gordura, e, claro, que tenham texturas diferentes para levar beleza para a sua cozinha.

Nós fizemos um guia completo sobre as bancadas de cozinha aqui no Portal Archtrends, não deixe de conferir!

3. Avalie os principais tipos de revestimento

Chegou o momento de escolher qual o estilo de revestimento é adequado para o projeto, de acordo com a propriedade do material e suas vantagens e desvantagens. Confira a lista a seguir.

Porcelanato

Nós já demos um spoiler e falamos um pouco sobre o porcelanato em tópicos anteriores, contando como esse material pode ser usado para revestir tanto o piso e bancadas como a parede em projetos de cozinha planejada.

Ele é altamente resistente e de fácil manutenção e limpeza cotidiana. Outra vantagem do porcelanato está na variedade de cores e texturas diferentes, o que possibilita que o profissional de arquitetura use a criatividade e desenvolva lindos projetos, de diferentes estilos de decoração.

Azulejos

Os azulejos podem ser usados nas paredes das cozinhas e são bastante conhecidos para esse fim, tanto os de cores claras e neutras quanto os coloridos que dão destaque às paredes. Os tons escuros de azulejo também não ficam de fora e dão um toque moderno e sofisticado para a decoração.

Geralmente os azulejos são utilizados na área do fogão, da bancada e da coifa, para facilitar a limpeza no dia a dia. Uma tendência que vem ganhando os projetos arquitetônicos são os azulejos com formatos verticais, criando uma composição estética singular.

linha Liverpool, com sua cartela de revestimentos em cores básicas e neutras, uma superfície brilhante e um leve relevo é a releitura contemporânea perfeita dos revestimentos de uma das primeiras estações de metrô de Londres, de onde vem sua inspiração. De lá, direto para a sua cozinha.

Já a linha Horizontes, em parceria com Pedro Andrade, traz até você peças com texturas, cores, paisagens, sabores e povos de cinco cidades ao redor do mundo: Jaipur, Santorini, Tulum, Zanzibar e Nova York. Vale a pena conhecer.

E para quem tem paixão por tons terrosos e nuances frias inspiradas na natureza, a linha Terralma tem opções de revestimentos perfeitos para para combinar com argamassas especiais na mesma cartela de cores, que ajudam a criar composições exclusivas.

Cozinha moderna com parede de azulejos (Projeto: Portobello S.A.)

Pastilhas

As pastilhas também são um clássico entre os revestimentos das paredes das cozinhas. Elas são os tradicionais quadradinhos coloridos, que dão um toque de charme a qualquer espaço.

Elas podem ser usadas para revestir a parede em cima do fogão ou da bancada, seja na parede inteira ou em um ponto específico como detalhe. Entretanto, há quem goste de inovar e aplicar as pastilhas em bancadas ilha, levando irreverência ao espaço.

Quanto às cores, tudo dependerá do estilo de decoração. Em uma cozinha clássica, por exemplo, vale harmonizar os tons claros do restante do ambiente com um detalhe colorido na parede. Já na decoração moderna, vale apostar em tons metálicos como o dourado e prateado, que imprimem sofisticação e elegância.

Se você procura dar um toque despojado e elegante ao projeto de cozinha planejada, indicamos a linha Bonbon, criada em parceria com a designer Paola Navone. Com suas formas irregulares, formam perfeitos mosaicos que enchem os olhos de beleza.

Ao optar por pastilhas de porcelanato, saiba que você encontrará diversas opções para explorar e criar o ambiente perfeito e harmônico para você. Além, é claro, da qualidade: é um material fácil de limpar e muito durável, ou seja, não perde a cor com o passar do tempo, não mancha e possui maior resistência a temperaturas altas. É para ter durante anos, sem se preocupar.

Cozinha com bancada minimalista e moderna integrada a uma mesa mais baixa e com cadeiras de madeira. A parede é revestida por pastilhas em tons de cinza.
Cozinha com estilo moderno e revestia com pastilhas em tons cinzas (Projeto: Portobello S.A.)

Madeira

Nós sabemos que madeira e ambiente úmido não têm uma boa combinação. A madeira é porosa, então há grandes riscos de acumular água, microrganismos e criar manchas, comprometendo a qualidade do material com o passar do tempo. Isso pode gerar prejuízos futuros. Mas, calma, os porcelanatos que interpretam madeira vêm para trazer a beleza estética que você precisa, com a qualidade e as exigências que a cozinha pede.

O porcelanato que reproduz a madeira tem sido usado por muitos arquitetos renomados, sendo apontado como uma tendência em projetos feitos para as principais mostras de decoração. A madeira está presente em diversos estilos, então você pode criar uma cozinha no estilo rústico, no estilo industrial, com elementos da cultura oriental e muitos outros. Vale a pena investir!

Ele pode ser usado no revestimento de paredes, bancadas, no piso e até na bancada, já que o porcelanato tem alta resistência e é mais fácil de limpar. É de grande praticidade, pois não absorve água, é menos suscetível a manchas, além de ser sustentável e não colaborar com a extração de madeira em diversos ambientes ao redor do mundo.

A Portobello oferece a maior coleção de porcelanato em madeira do Brasil. São mais de 30 espécies de árvores reproduzidas em diferentes linhas que podem ser usadas como pisos e revestimentos para cozinha.

Visão superior de bancada cinza e duas banquetas. O piso da cozinha é feito de revestimento que interpreta madeira.
Cozinha com piso em revestimento amadeirado e cuba esculpida minimalista (Projeto: Portobello S.A.)

Tijolinho

Os famosos tijolinhos aparentes são uma ótima opção para revestimento de parede, deixando a cozinha com vários estilos diferentes, dependendo da cor escolhida. Com tijolos laranjas e combinando móveis, você cria uma cozinha rústica, por exemplo, levando um ar mais natural ao espaço. Com os tijolos brancos, você consegue dar vida a uma cozinha minimalista e contemporânea, cheia de sofisticação. Com tijolos mais escuros, você pode levar o estilo street para dentro de casa, com muita modernidade.

O revestimento com tijolo à vista, entretanto, pode causar muita sujeira na cozinha – que, convenhamos, não combina nada com este ambiente – e também ser um pouco mais difícil de se limpar ao acumular umidade e gordura nas paredes e bancadas. Nestes casos, opte por porcelanato que reproduz o tijolo, porque o projeto ganha na qualidade e resistência, além da praticidade na hora de limpar. Com o porcelanato, você pode usar a estética dos tijolos inclusive na parede acima da cuba e do fogão e nas bancadas.

Se ainda assim você preferir utilizar os tijolos convencionais, vale a pena deixá-los em paredes distantes de onde os alimentos são preparados, para evitar o acúmulo de sujeiras.

Cozinha moderna com móveis escuros e parede de tijolinhos aparentes. O projeto é no estilo industrial, por isso é possível bastante ferragens nos elementos e pendentes simples para iluminação.
Cozinha no estilo industrial com parede de tijolinhos aparentes (Projeto: Ana Luiza Tomasi)

Cobogó

Se você pretende separar a cozinha de outros ambientes sem perder o contato entre eles, usar cobogó na decoração é uma ótima saída. O cobogó é um revestimento de parede vazado, com diversas cores e formas e que facilitam a entrada de mais luminosidade para o ambiente.

Utilizar o cobogó para decorar uma das paredes da cozinha planejada é uma forma de dar destaque para ela, criando um estilo mais moderno com retas e curvas, saindo do tradicional azulejo ou concreto, por exemplo. O mais legal é que este tipo de revestimento combina facilmente com vários estilos de decoração, dos mais simples aos mais sofisticados.

Ele pode ser aplicado em uma parede que separa os ambientes, por exemplo, como no projeto abaixo, deixando os espaços mais iluminados com a luz passando através dos detalhes na parede.

Cozinha com duas pilastras e uma parede em estilo cobogó. A bancada da pia é lateral à bancada de alimentação e existem duas banquetas.
Cozinha com bancada americana e parede em cobogó (Projeto: Portobello S.A.)

Mármore

O mármore é um clássico nas cozinhas, não é mesmo? Seja para revestir paredes, pisos ou bancadas, uma cozinha ganha outros ares com peças feitas com esse material, com a riqueza de desenhos e cores únicas da pedra. É uma peça bastante versátil, com várias cores e detalhes, combinando bem com os mais variados estilos de decoração. E uma coisa é certa: o mármore deixa qualquer espaço com aspecto mais luxuoso.

Entretanto, é preciso estar de olho em algumas desvantagens para esse material na cozinha. Uma delas é em relação ao alto custo, já que não é um produto produzido em massa, então o seu valor se torna mais caro. Além disso, por ser uma pedra porosa, o mármore não é recomendado para áreas úmidas, porque, assim como o tijolo, também pode absorver água, gordura e outros líquidos, perdendo sua durabilidade com o passar do tempo.

O porcelanato que reproduz mármore, nesse caso, é uma alternativa mais interessante para revestir a cozinha, porque seu valor é menor em relação à pedra natural e sua criação não envolve a exploração agressiva do meio ambiente.

Os porcelanatos de mármore são bastante resistentes a altas temperaturas, então podem ser usados em regiões próximas ao fogão, além de ter zero absorção de água, ideal para o balcão da cuba, por exemplo.

Outro local bastante apropriado para usar o porcelanato em mármore é a bancada da cozinha. Veja também o conteúdo que preparamos sobre as vantagens e desvantagens da bancada de mármore para cozinha.

Cozinha externa com bancada ampla em tom claro e paredes com parte revestida com material que representa mármore verde.
Cozinha com revestimento que representa mármore verde (Projeto: Portobello S.A.)

Concreto

O cinza é uma das cores mais versáteis quando falamos em decoração, por ser uma base mais neutra e possibilitar diferentes combinações de cores e estilos. Então o concreto e o cimento queimado podem ser usados nas cozinhas, com a ideia de criar espaços mais contemporâneos e inspirar uma atmosfera urbana. Por ser uma reprodução de aparência discreta, sua sua aplicação pode ser feita de forma imponente, até mesmo no teto, sem carregar o ambiente.

Entretanto, vale a pena ressaltar os cuidados ao aplicar esses materiais em áreas com maior exposição ao calor, como a cozinha, já que podem sofrer contração e dilatação entre o clima mais frio e mais quente, além de ter grande probabilidade de sofrer com fissuras, trincas ou manchas com a constante movimentação e fluxo de pessoas neste ambiente.

Opte por porcelanatos que representam o concreto nestes espaços, para garantir maior durabilidade quanto aos impactos, sem perder a proposta que os tons de cinza trazem à decoração. Vale usar para revestir paredes, piso e a bancada, em decoração de cozinhas rústicas, no estilo industrial e também moderno. Vai muito bem combinando com madeira e móveis em metal preto, por exemplo.

Cozinha com longa bancada clara e quatro banquetas de madeira. Móveis escuros e decoração minimalista em um ambiente com piso que reproduz a aparência de concreto.
Cozinha com decoração clean e piso que representa concreto (Projeto: Portobello S.A.)

Pedra

Revestir as paredes, bancadas e pisos da cozinha com pedras é outra opção bastante tradicional quando falamos sobre a decoração da cozinha, afinal, as pedras são peças únicas e que imprimem beleza aos olhos de quem as vê.

Entretanto, o custo para aplicar pedras na cozinha é relativamente mais alto, já que, muitas vezes, a produção é escassa. Outro ponto de atenção, além do valor, é a durabilidade que pode ser comprometida ao longo do tempo, por conter elementos em sua composição que a torna frágil ao longo do tempo.

Vale a pena utilizar o porcelanato que interpreta pedras, que tem custo relativamente menor e oferece a mesma beleza e requinte das pedras naturais, sem prejudicar o meio ambiente. A variedade de estilos é enorme e aqui na Portobello você pode encontrar várias linhas de revestimento para cozinha em pedras, não deixe de conhecer.

Bancada de cozinha com utensílios para preparo de alimentos a frente de uma parede com azulejos que possuem aparência de pedra natural.
Bancada em parede com azulejos que representam pedra natural (Projeto: Portobello S.A.)

4. Preze pela qualidade do material

Geralmente toda a execução de um projeto procura economizar o máximo possível. Porém, nesse processo, é preciso lembrar sempre de não abrir mão da qualidade dos materiais utilizados, nem da mão de obra.

Isso porque um investimento maior pode se reverter em economia a longo prazo. Afinal de contas, reformas costumam ser trabalhosas, além do transtorno que causam na casa. Tratando-se de revestimento para cozinha, o cuidado deve ser redobrado, pois é preciso encontrar peças resistentes, impermeáveis e duradouras.

A cozinha é utilizada praticamente todos os dias em uma residência, não é verdade? Por isso, interditá-la para realizar a troca de peças quebradas e consertar infiltrações é um grande problema. Lembre-se de que medidas preventivas são sempre mais fáceis e seguras do que as corretivas.

5. Escolha bem o fornecedor

Na realização de uma obra, atrasos se transformam diretamente em mais gastos. Então, o fornecedor é uma peça-chave para que seu investimento possa seguir o cronograma planejado, sempre tendo os materiais disponíveis na data esperada.

Seu fornecedor deve ser parceiro de negócio, compartilhando da sua visão e criando uma colaboração. Assim, é possível realizar melhores negociações, em relação a prazos e formas de pagamento. Por esse motivo, pagar um valor maior para um fornecedor de qualidade não é necessariamente uma dificuldade, já que alguns arranjos são possíveis para facilitar a transação.

Se você ainda está com dúvidas para escolher o revestimento da cozinha, confira nosso mapa com todas as lojas e vá até a mais próxima para obter informações adicionais. No site da Portobello, você encontra todas as peças que mostramos aqui e muitas outras para transformar pisos e paredes, além de informações técnicas sobre os produtos.

E então? Já consegue imaginar os modelos ideais para decorar e proteger as superfícies do seu projeto? Aproveite a variedade de modelos que apresentamos para fazer a aplicação certa de porcelanato na parede da cozinha.

E se você ainda não tem perfil no Archtrends Portobello, faça o cadastro e comece a publicar seus trabalhos. Até a próxima!

Compartilhe
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas
Sua avaliação

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

  1. Gosto dos revestimentos da Portobelo e gostaria de receber novos modelos para decorar cozinha e banheiro.

  2. Gostaria de fazer o revestimento da minha cozinha branca e preta
    Porque meu armário sera de alvenaria revestimenda preto gostaria de opinião para parede e chão.

  3. comprei o porcelanato para minha cozinha broadway lime , agora estou em duvida se cancelo a compa e mudo, devido um comentario que vi falando que ele fica bem em fachada da casa gostaria de sua opinião.

  4. Meu piso da cozinha e porcelanato polido tom off White, posso estar revestindo as paredes com algo meio fosco ? O que me sujerem

Archtrends Portobello
Colunista

O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.