20.01.2020
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
Avaliar

Quadros de Monet ganham vida em uma experiência digital

calendar-blank-line
20.01.2020
Já imaginou entrar dentro de um quadro impressionista? Foi esse o conceito que a IDEAL Centre d'Arts Digitals se inspirou para criação de uma experiência digital em Barcelona. Veja!
minutos de leitura

Barcelona ganhou uma experiência digital imersiva. Um espaço onde as pessoas podem vivenciar e sentir-se parte de um quadro de Claude Monet.

Sala principal da experiência faz com que as pessoas sintam-se parte dos quadros e da história do artista (Foto: Bárbara Cassou)
Sala principal da experiência faz com que as pessoas sintam-se parte dos quadros e da história do artista (Foto: Bárbara Cassou)

Monet destinou 30 anos de sua vida para pintar uma série dedicada às flores de lotus do seu jardim, composta por 300 telas. Desde o começo, seu objetivo era realizar uma grande exposição circular, onde o telespectador estivesse rodeado pelas obras de arte. Em 1914, o primeiro ministro da França resolveu fazer essa exposição panorâmica de Monet em L’Orangerie, e o artista viu seu projeto finalmente ser completado.

A experiência imersiva digital proposta do IDEAL (Centro de Artes Digitais) quis levar ainda mais adiante essa ideia graças à tecnologia de hoje em dia.

Sala principal da exposição faz projeções dos quadros de Monet (Foto: Bárbara Cassou)
Sala principal da exposição faz projeções dos quadros de Monet (Foto: Bárbara Cassou)

IDEAL é um Centro de Arte Digitais com sede em Barcelona. É o primeiro centro do sul da Europa dedicado à produção e exibição de artes digitais, sendo seu foco principal o caráter imersivo, com projeções audiovisuais, realidade aumentada, realidade virtual e holografia, criando uma nova realidade entre a arte e a sociedade. O edifício possui aproximadamente 2.000 metros quadrados. Abriu suas portas no bairro de Poblenou, em 2019, para converter-se no futuro dos museus e cinemas.

A invenção da fotografia no século XIX, obrigou os artistas a repensar sua maneira de fazer a arte. Claude Monet foi um percursor e visionário ao criar um novo tipo de arte: o impressionismo. Que não buscava imitar a realidade, mas trazer o olhar sobre a luz, criando manchas de cor e integrando novas técnicas de pintura. Seguindo seus passos, a IDEAL apostou por esse tipo de mudança e avanços da sociedade, concebendo um novo olhar sobre a arte atualmente.

A exposição consiste em 4 partes. A primeira é meramente explicativa para situar e informar o telespectador sobre o surgimento do impressionismo e a história de Monet.

Primeira parte informativa da exposição (Foto: Bárbara Cassou)
Primeira parte informativa da exposição (Foto: Bárbara Cassou)

A segunda parte da exposição é interativa, principalmente para crianças. É possível replicar as técnicas de pintura de Claude Monet, fazendo sentir-se como um pintor impressionista. Bancadas com luz especial e projeções fazem parte dessa experiência.

A terceira parte é a principal da experiência digital de Monet. Projetores transmitem as animações dos quadros do artista em uma realidade aumentada, 360 graus na sala. É como se sentir dentro de um quadro de Monet. As projeções contam a história do artista e replicam todos seus quadros mais importantes em formato digital.

Segunda parte da experiência de Monet (Foto: Bárbara Cassou)
Segunda parte da experiência de Monet (Foto: Bárbara Cassou)

A quarta e última parte da exposição nada mais é que uma série de óculos de realidade virtual, em que as pessoas podem colocá-los, vivenciando a arte de Claude Monet e terminando a experiência digital.

A experiência digital imersiva de Monet faz com que os visitantes não sejam apenas telespectadores como um museu normal, e sim, faz com que eles se tornem parte e interajam com a pintura, vivenciando essa linda história de Claude Monet. A exposição permanece de portas abertas até junho de 2020. Ainda dá tempo para se programar se você tem passagem marcada para a Europa. Não perca!

A pintura de Monet sobre os campos de tulipa na Holanda projetada na sala principal (Foto: Bárbara Cassou)
A pintura de Monet sobre os campos de tulipa na Holanda projetada na sala principal (Foto: Bárbara Cassou)

 

Compartilhe
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
VOLTAR
ESC PARA FECHAR
Minha avaliação desse conteúdo é
0 de 5
 

Quadros de Monet ganham vida em uma experiên...

Quadros de Monet ganham vida em uma experiência digital

  Sem votos
minutos de leitura
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Acredito que vivenciar uma experiência digital imersiva deve ser mesmo excitante, principalmente se ela nos possibilita “mergulhar” no impressionismo de Monet. Mas nada, nada substitui a emoção de uma visita à casa e ao jardim do pintor em Giverny. Eu estive lá. Caminhar pelo jardim e adentrar à casa do Monet foi muito emocionante.

Bárbara Cassou
Colunista
Correspondente internacional

Bárbara Cassou, correspondente internacional Portobello em Barcelona Arquiteta e designer, mestre em Retail Design...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.

    O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura e design com foco em revestimentos.

    ® 2023- Archtrends Portobello

    Conheça a Política de Privacidade

    Entenda os Termos de Uso

    Veja as Preferências de Cookies