09.05.2022
Avaliação
0
(0)
Aplicação de porcelanato na área da piscina (Projeto: Fernanda Villefort)
0

Porcelanato externo: resistência e segurança até fora de casa

O porcelanato externo é recomendado para todas as áreas ao ar livre, inclusive à beira da piscina. Confira mais informações
minutos de leitura

Para quem busca resistência e segurança também fora de casa, usar o porcelanato na área externa é uma excelente opção. Esse tipo de revestimento é a melhor alternativa para jardins com piscina, varandas, em frente aos estabelecimentos comerciais, nas calçadas etc.

Porém, quando chega o momento de projetar áreas externas, é comum que algumas dúvidas surjam. Para que você possa fazer uma boa escolha e saiba como tomar todos os cuidados necessários, respondemos as principais dúvidas sobre o porcelanato externo e apresentamos algumas dicas para inspirar seu projeto e harmonizar ambientes. Vamos lá?

O que é porcelanato externo?

O porcelanato é um dos melhores revestimentos para áreas externas. Além de ser mais sustentável e ter características bacteriostáticas, ou seja, não acumular microorganismos e não permitir que eles se reproduzam, o porcelanato é bom porque permite que sejam feitas diferentes combinações. O resultado são lindas decorações nos ambientes ao ar livre.

No entanto, não são todos os tipos desse revestimento que servem para aplicação em ambientes fora de casa. O porcelanato para áreas externas precisa ter algumas características importantes para garantir resistência, segurança e funcionalidade – falaremos mais sobre elas mais adiante.

Geralmente, são classificados como porcelanatos externos os revestimentos que ajudam a evitar o escorregamento e/ou têm uma textura mais áspera. Eles são facilmente identificados pela sigla EXT, e têm essa textura porque, em sua fabricação, é adicionada uma granilha no esmalte que garante o efeito antiderrapante.

A ideia é que os calçados das pessoas que circulam pelo local causem atrito no chão, evitando quedas.

Em quais situações usar o porcelanato externo?

área de lazer externa com deque de madeira e porcelanato
Diferentes áreas externas, como o espaço gourmet, podem receber o porcelanato (Projeto: Frederico Bicalho)

O porcelanato externo pode ser usado quase em qualquer ambiente ao ar livre. Áreas de piscinas, lavanderias, garagens, salões de festa, varandas, quintais, cozinhas gourmet com churrasqueiras, espaços de lazer, locais próximos a deques de jardins etc. Na prática, em todo local onde não há cobertura total ou há grandes aberturas é recomendado o uso de porcelanatos especiais para ambientes externos.

Atenção! Evite apenas aplicar o porcelanato externo em paredes e fachadas, pois o coeficiente de atrito alto dá origem a uma superfície que é mais difícil de limpar. Além disso, a textura antiderrapante do porcelanato externo não é necessária, visto que não se pisa em paredes e fachadas.

Quais as principais vantagens desse acabamento de porcelanato?

O uso do porcelanato externo traz diversos benefícios para as suas obras e construções. Veja, na sequência, quais são os principais deles.

1. Oferece diversas possibilidades de decoração

área de lazer com piscina e porcelanato que imita madeira
Porcelanato que interpreta madeira utilizado na decoração da área da piscina (Projeto: Priscila Carecho)

São muitas as possibilidades de decoração com o porcelanato externo. Existem alternativas que reproduzem o cimento queimado, outras que interpretam a madeira ou mármore etc. Portanto, é possível usar a criatividade para desenvolver belos projetos.

O porcelanato externo pode ser escolhido de acordo com o estilo decorativo do ambiente ou o gosto pessoal do morador ou proprietário do espaço.

2. Possui alta resistência

O porcelanato externo é altamente resistente às intempéries. Isso é muito importante, tendo em vista que ele fica na parte externa, exposto ao sol, à chuva, aos ventos e a outras tormentas. Ele não mancha ou desbota, mesmo sob ação constante e forte do sol.

Uma vez que o objetivo é instalar o revestimento no piso, também é importante escolher um porcelanato externo que seja adequado para suportar a quantidade de pessoas, veículos e equipamentos que circularão pelo local.

3. Proporciona baixíssima absorção de água

área de piscina com linhas retas e aplicação de porcelanato
O porcelanato é ideal para a área da piscina, por não absorver a água (Projeto: Bruno Brandini)

Outra vantagem que os porcelanatos para áreas externas têm é o fato de eles praticamente não absorverem água. Isso faz com que o material tenha maior resistência mecânica e também se torne mais fácil de limpar.

Por conta da baixa absorção de água, esse tipo de porcelanato é ideal para as áreas externas com piscina. Nesse caso, ele pode ser usado tanto para revestir o próprio espaço para banho quanto os seus arredores, de acordo com a medida da piscina.

4. Dispõe de superfície que ajuda a evitar acidentes

Como explicamos, o porcelanato externo ajuda a evitar o escorregamento. Isso quer dizer que as pessoas podem caminhar pelos espaços sem tanto medo de cair. Existem porcelanatos com faces abrasivas e que ajudam a aumentar o atrito com o calçado.

Isso é muito importante, sobretudo em residências onde há idosos e crianças entre os moradores. A escolha do porcelanato deve ser feita ainda com mais cautela em situações desse tipo.

5. Possui característica bacteriostática

Os porcelanatos externos também têm propriedades bacteriostáticas. Ou seja, eles não matam os micro-organismos, mas não permitem que eles se espalhem pelo local.

Por conta dessa característica, fungos, mofos, ácaros, bactérias e vírus não se proliferam. Assim, o porcelanato reduz as chances de que pessoas que convivem em determinado ambiente tenham doenças.

6. É sustentável

O porcelanato não é um material natural e, por isso, não adveio de exploração indevida do meio ambiente. Ter um belo empreendimento e ainda saber que ele colabora com a preservação da flora brasileira e mundial.

Escolha de porcelanatos para áreas externas: aspectos a avaliar

Características importantes como funcionalidade e segurança determinam o tipo de porcelanato ideal para ambientes ao ar livre. Além delas, detalhes relacionados à estética da peça também devem ser considerados para que o projeto fique harmonioso e agradável aos olhos. Veja os principais aspectos a avaliar durante a escolha.

É escorregadiço?

A seleção do material deve ser baseada, principalmente, no coeficiente de atrito, que precisa ser superior a 0,4 para assegurar estabilidade e reduzir o risco de escorregamento, mesmo em superfícies molhadas.

Nos porcelanatos para área externa Portobello, os acabamentos da superfície chamados EXT e NAT seguem esse pré-requisito — com faces levemente abrasivas —, diferentemente de linhas com acabamento polido ou acetinado, que garantem lugar na decoração interior, mas não são apropriadas para os ambientes abertos.

Tipo de rejunte

Outra característica fundamental é a redução do rejunte para porcelanato que conecta as peças, uma vez que a colocação pode ser bem mais próxima que em outros pisos. A aplicação correta garante que o espaço do rejunte seja menor e acumule menos limo, facilitando a limpeza.

O porcelanato retificado ganha destaque por apresentar bordas retas e precisas que diminuem a distância entre peças. Isso não apenas reduz a quantidade do rejunte, como também proporciona mais uniformidade no momento da instalação. Devido ao alinhamento perfeito, é um acabamento indicado para criar superfícies mais homogêneas e sem divisões marcadas.

Pessoas que sonham com um piso único, inteiriço, com certeza vão gostar dessa solução. Quando aplicado utilizando peças idênticas, ou seja, com a mesma cor ou estampa, e com mão de obra adequada, o porcelanato retificado aparenta não ter emendas.

Tamanho e formato

chuveiro externo com piso de pedras e porcelanato
Peças de porcelanato em tamanhos amplos dão ainda mais elegância (Projeto: Portobello S.A.)

Assim como os revestimentos indicados para uso interno, os porcelanatos para áreas externas também podem ser encontrados em diferentes tamanhos e formatos, portanto vale a pena prestar atenção para qual é o mais indicado para o ambiente.

As medidas amplas das peças agregam um diferencial ao projeto e geram amplitude visual, o que é uma vantagem quando se tem o desafio de repaginar espaços enxutos. Outro ponto positivo é que porcelanatos de grandes dimensões requerem menos rejunte.

Na Portobello é possível encontrar placas com tamanhos variados, como 14,5x14,5, 60x60, 90x90, 60x120 e 120x120.

Cores, estampas e texturas

Outro aspecto importante na hora de escolher o melhor porcelanato para decorar a área externa são as cores e texturas que mais combinam com o estilo de decoração que você quer aplicar no projeto.

Considerando as características estéticas, você pode escolher tanto tons neutros — conferindo sofisticação, fácil harmonização e naturalidade — ou porcelanatos com aparência e textura de pedras — trazendo exclusividade e um requinte a mais, além de remeter aos elementos presentes na natureza.

Outro estilo bastante utilizado em áreas externas são tons de madeira, muito vistos em deques, por exemplo. A Portobello fornece diversas linhas de porcelanatos que reproduzem madeira, com peças que geram réplicas perfeitas dessa matéria-prima tão valorizada.

Além de cobrirem pisos, os porcelanatos em madeira também podem revestir fachadas e gerar painéis verticais em muros e paredes externas. O custo-benefício é garantido e o dono do projeto ainda terá um material sustentável compondo sua residência, com alta resistência e beleza.

piscina revestida em porcelanato escuro
O porcelanato escuro e com textura de madeira ajudam a criar o ambiente elegante (Projeto: Portobello S.A.)

Quais são as argamassas e rejuntes mais indicados para o porcelanato externo?

Além de escolher o porcelanato adequado para ambiente externo, ao projetar espaços ao ar livre é preciso prestar atenção na argamassa ideal para o porcelanato externo. Deve-se dar preferência a um produto adequado para esse tipo de revestimento, para a evitar dores de cabeça no futuro.

A argamassa colante Superior Branca Portobello, por exemplo, é ideal para revestimentos externos em grandes formatos. Ela também é indicada para sobreposições de pisos em ambientes ao ar livre.

Em ambientes externos onde há situações de variação térmica, como as piscinas, as churrasqueiras e as saunas, a argamassa mais recomendada é a Máxima Branca Portobello.

Já para locais onde há grande circulação de pessoas, como as calçadas em frente a restaurantes, bares e estabelecimentos comerciais, é recomendada a argamassa Ultra Portobello, que vem acompanhada de um líquido para que seja dada a textura ideal. Assim, não é necessário fazer uma mistura com água.

Também é interessante se atentar para a escolha do rejunte que será utilizado na colocação do porcelanato externo. Nesse caso, recomendamos o Rejuntamento Epóxi Máximo, que não esfarela ao entrar em contato com a água e outros componentes.

Como assentar o porcelanato externo?

O assentamento do porcelanato em ambientes externos é feito da mesma forma que nos espaços internos. De maneira geral, o único cuidado especial que deve ser tomado é em relação ao clima no dia da aplicação.

Não é recomendado realizar o processo em uma data que haja previsão para chuva, por exemplo. Isso porque a umidade pode interferir na textura e na secagem da argamassa e do rejunte, trazendo prejuízos para a obra.

O passo a passo para o assentamento do porcelanato externo é o seguinte:

  • verifique o esquadro e a paginação do piso;
  • faça a aplicação da argamassa;
  • aplique o porcelanato no local;
  • faça o acabamento com o rejunte.

É importante ter o cuidado de fazer a dupla colagem em peças com tamanho igual ou superior a 30×30 cm. Ou seja, a massa colante deve ser colocada no verso da placa e na base de assentamento.

Cuidados especiais com o porcelanato na área externa

Para a realização da limpeza mais pesada, no pós-obra, podem ser usados alguns produtos ideais para porcelanato, como o detergente neutro e o saponáceo cremoso.

Já para a limpeza cotidiana, apenas detergente diluído em água é suficiente para limpar o porcelanato externo. Para preparar essa solução de limpeza, basta diluir uma colher de sopa do detergente neutro em cinco litros de água. Depois de aplicá-la no porcelanato externo, é só esfregar a superfície com uma escova ou vassoura de cerdas macias.

Em áreas externas, outra maneira bastante comum de limpar o porcelanato no dia a dia é com lavadoras de pressão a jato em formato de leque. Para a limpeza pesada, você pode usar produtos como CIF, Veja Cloro Ativo ou Saponáceo Cremoso. Qualquer um deles deve ser diluído em água e usado em sua versão neutra. A aplicação envolve o uso de pano umedecido nessa solução e remoção dos excessos com pano seco.

área de lazer externa com churrasqueira e piscina
Utilizando o porcelanato na área externa, a limpeza rotineira se torna mais simples (Projeto: IDEA ARQUITETURA)

O processo de limpeza do porcelanato, em qualquer área, é relativamente fácil e bem prático. O primeiro passo é tomado logo após a instalação, quando é preciso fazer uma limpeza com bucha e sabão para tirar a bruma formada sobre o revestimento, a fim de prevenir manchas.

A aplicação do produto Clean Max, da Portokoll, deve ser feita após essa limpeza inicial para deixar o piso com aparência perfeita. Vale repetir o processo para retirar manchas mais difíceis sempre que for preciso.

Porcelanato da área externa: revestir e decorar!

Quando o assunto é arquitetura e decoração, as possibilidades são infinitas. Por isso, utilize-a para transformar a área externa em um ambiente acolhedor, que permita ao usuário relaxar e receber os amigos e a família.

Existem diversas cores e texturas diferentes de porcelanato para a área externa que ajudam criar belíssimos espaços abertos, cheios de sofisticação e ricos em detalhes que enchem os olhos.

Abaixo apresentamos algumas ideias de porcelanato para a área externa para inspirar a criação do seu próximo projeto, seguindo as melhores tendências de arquitetura e decoração.

Porcelanato que interpreta madeira

O porcelanato que representa a madeira é uma boa opção para quem quer um espaço que misture elementos da natureza com outros estilos de decoração. Com ele você pode criar uma decoração rústica, combinando tons de madeira com outros elementos da natureza, como uma área gourmet rústica ou ainda criar um espaço no estilo industrial, que combina a madeira com elementos de metal, nas cores pretas, por exemplo.

Para a área da piscina, é possível reproduzir os famosos deques próximos à praia, com outros elementos que remetam a praia, como coqueiros, um jardim vertical e móveis em estilo natural.

área da piscina com revestimentos que imitam madeira
A área da piscina ganha ares rústicos com o porcelanato que interpreta madeira (Projeto: Fernanda Coelho)

Porcelanato que representa pedras naturais

As pedras naturais imprimem grande beleza em qualquer projeto, trazendo mais sofisticação e beleza inigualável a qualquer projeto. Entretanto, a sua extração direta na natureza pode trazer problemas ambientais e não é nada sustentável.

Uma opção econômica e sustentável é investir em porcelanatos que interpretam pedras naturais, com seus lindos detalhes e cores sem igual. Em um projeto, eles podem ser usados de diferentes maneiras como em bancadas nas áreas externas, no piso, nas paredes próximas às piscinas, nas entradas de estabelecimentos etc.

área externa com revestimentos que reproduzem pedras naturais
Estabelecimento comercial com porcelanato que reproduz pedras vulcânicas (Projeto: Aramari Tude e Franklim Moreira)

Porcelanato que interpreta cimento queimado

O cimento queimado é muito utilizado no estilo industrial de decoração e no rústico também. Ao escolher o porcelanato em cimento queimado, você consegue entregar a mesma beleza ao projeto, com maior resistência e qualidade que o cimento queimado, que demanda uma série de requisitos para fica bom nas áreas externas ao longo prazo.

Outra desvantagem é que o cimento queimado em ambientes úmidos deixa o piso bastante escorregadio, o que não é indicado para áreas externas. Além disso, se não é aplicado de forma correta pode sofrer fissuras e comprometer a estética do ambiente.

área gourmet em apartamento duplex com churrasqueira
Concreto queimado, tijolos aparentes e madeira constroem o estilo industrial (Projeto: Pietro Terlizzi)

Dicas para complementar a decoração da área externa

Além de porcelanatos para áreas externas, aposte em móveis confortáveis e invista em itens de decoração que reflitam o estilo dos moradores. A escolha dos modelos deve priorizar o conforto, a praticidade e a harmonização com toda a residência — ou a construção, em casos de empresas e estabelecimentos comerciais.

Selecionamos alguns aspectos que devem ser avaliados, além de dicas para harmonizar o ambiente. Confira:

Escolha os materiais mais indicados

Área externa com móveis de madeira
Móveis de madeira são ideais para áreas externas (Projeto: Sophia Romcy de Oliveira)

Em termos gerais, o mobiliário de madeira, de fibra sintética e de alumínio tem destaque na decoração moderna e confere ao ambiente uma pegada natural e relaxante. Entretanto, é preciso ter alguns cuidados na hora de escolher os móveis feitos com esses materiais.

A madeira, por exemplo, mesmo que de espécies como maçaranduba, pínus ou carvalho, deve passar por um tratamento antes de ser instalada. Os mais populares são a vitrificação ou a camada acrílica. Verifique com a loja se a madeira já é tratada e invista em materiais de boa qualidade para tirar proveito máximo do móvel.

Assim como a madeira, o alumínio exige cuidados e manutenção, mesmo sendo mais resistente aos fenômenos climáticos. A dica é evitar a exposição prolongada ao cloro (utilizado em piscinas) e escolher cores mais claras, a fim de não desgastar a pintura.

Já a fibra sintética garante um visual mais rústico e está em alta na decoração. O acabamento, que remete à palha, pode trazer um visual requintado e descolado para o ambiente. O material também é mais resistente quando comparado às fibras naturais e garante facilidade no processo de limpeza.

Pense na montagem do espaço

Área externa de casa de luxo com piscina
Dê espaço para móveis confortáveis e funcionais na área externa (Projeto: Bruno Brandini)

Além de porcelanatos para áreas externas, aposte em móveis confortáveis e funcionais, como pufes e espreguiçadeiras, mas não exagere na quantidade. Um ambiente muito cheio é justamente o contrário do que se busca em áreas abertas e mais descontraídas.

Uma ideia interessante é a escolha de uma boa mesa. Modelos de centro, por exemplo, podem ter várias funcionalidades, como descansar copos, pratos, livros, artigos de decoração e outros objetos. O mesmo vale para aparadores ou buffets, que permitem apoiar bandejas com garrafas e quitutes em festas/eventos.

Uso da vegetação

Área externa residencial com gramado e árvore
Vegetações, como árvores e gramados, dão vida ao ambiente externo (Projeto: Bruno Brandini)

A natureza é outro aspecto que você deve preservar e ressaltar, assim como a sustentabilidade e o meio ambiente. Cultive plantas, flores e frutas das mais variadas espécies e, se sobrar espaço, aproveite para montar canteiros destinados ao cultivo de temperos fresquinhos.

Prefira as espécies resistentes ao sol e ao vento e de baixa manutenção, como alfazema, orquídeas, samambaias e aspargos. Você também pode distribuir pelo local alguns vasos coloridos, além de luminárias ou velas para produzir um clima harmonioso.

Tecidos que adicionam textura

área da piscina com espreguiçadeiras de tecido
Opte por estofados com tecidos impermeáveis (Projeto: Portobello Shop Ribeirão Preto)

Em relação a tecidos utilizados em estofados e almofadas, invista em materiais impermeáveis. Os modelos mais modernos não são duros, sem graça e pouco confortáveis como os de antigamente. O atual mercado disponibiliza tramas com texturas, estampas e tonalidades variadas, todas duráveis e fáceis de limpar.

Não tenha medo de apostar nas cores e em diferentes estilos para compor o ambiente e deixá-lo personalizado. Quanto mais próximo estiver do gosto e estilo do cliente, maior será a satisfação durante o uso.

Aproveite para ver nosso conteúdo com dicas de decoração apostando em cores e estampas de almofadas, com infinitas possibilidades de misturas.

Inspirações para compor ambientes com porcelanatos - entrevista com o profissional

O arquiteto Daniel Romanelli, do escritório Idea Arquitetura, fez um projeto para área externa quase completamente revestido por porcelanato. As peças estão presentes nas paredes, no piso e até no teto! Na entrevista a seguir, ele conta como escolheu os materiais e dá dicas de como fazer a seleção dos melhores modelos para esse tipo de ambiente:

O que os clientes desejavam para a área externa?

“[...] o desejo dos clientes era ter uma área de festa para reunir o pessoal ao redor da piscina. Então, o ambiente foi pensado para receber pessoas em happy hours, almoços, finais de semana… É uma área externa de lazer mesmo.”

Quais são os desafios de escolher porcelanato para a área externa?

“O revestimento precisa ter resistência, aderência e ser seguro — especialmente quando crianças e idosos vão circular pelo local. E, claro, os porcelanatos para áreas externas não devem ser muito frágeis, devido ao desgaste. Tudo isso precisa ser checado nas características técnicas do material, que podemos encontrar na loja ou, muitas vezes, buscar com o próprio fornecedor, como no caso da Portobello.”

Como foi a escolha de revestimentos para esse projeto?

“Usamos o Indonésia na piscina, porque, na época, era um lançamento, e a gente queria uma cor diferente. A ideia era deixá-la mais verdinha, mas sem pastilhas. Também procurávamos fazer um volume inteiro, então o fundo, os lados e a borda da piscina trazem esse revestimento. Só mudou o formato, pois usamos o modelo filetado em alguns pontos.

Fizemos essa escolha porque é um revestimento mais áspero e poroso, não é tão liso e garante mais segurança. A ideia de usá-lo na borda também tinha como finalidade fazer a demarcação da piscina.

Na área da mesa, o objetivo foi misturar um revestimento que lembrasse o concreto (mais acinzentado) e o amadeirado. Então, usamos o Chevron no piso e o contorno da área foi feito com peças que reproduzem madeira de grande formato.

Revestimos a churrasqueira e as floreiras com material mais escuro: um cinza mais bruto, da linha Sampa. A bancada da pia também foi concebida com esse material.

Ao lado da piscina, utilizamos porcelanato que reproduz madeira e ele foi a base para os cobogós. As peças espalhadas pela grama, da linha Spessorato, da Portobello, apresentam uma espessura maior e servem para criar caminhos. É um material legal de usar, porque tem resistência ao peso.

Nesse mesmo projeto, aplicamos peças inspiradas em madeira de 120×20cm no teto e também no forro, que foi uma maneira inusitada de utilizá-las. Para isso, criamos vigas metálicas que sustentam as peças.”

E como harmonizar os elementos usando tantos materiais diferentes?

“O segredo é buscar aquilo de que o cliente gosta. Eu costumo perguntar se gostam de cimento ou madeira, por exemplo, e então busco materiais semelhantes e texturas próximas para ter harmonia no todo.”

Neste conteúdo vimos o quão importante é para o projeto investir na escolha de porcelanatos para a área externa, como eles entregam segurança e eficiência para o projeto, além, é claro, encher o ambiente de beleza e refinamento, como ele merece. Pode parecer difícil escolher os produtos certos, mas com as nossas dicas temos certeza que é possível captar detalhes que um bom profissional da área com certeza utilizaria como fatores decisivos na escolha.

Mas e você, já sabe quais modelos de porcelanatos para áreas externas têm tudo a ver com o estilo do próximo projeto? Conte nos comentários!

Compartilhe
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas
Sua avaliação

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Archtrends Portobello
Colunista

O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.