21.08.2023
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
Avaliar
Várias casas vitorianas, brancas e ornamentadas, lado a lado
Casas vitorianas marcam a arquitetura de Londres, na Inglaterra(Foto: AXP Photography)

Casa vitoriana: o que é e como adaptá-la para os projetos atuais?

 minutos de leitura
calendar-blank-line
21.08.2023
Saiba quais são as características da casa vitoriana e entenda como o cenário político-social influenciou a estética das construções
minutos de leitura

Já ouviu falar em casa vitoriana? Esse termo é usado para se referir às construções residenciais dos tempos da Rainha Vitória, que até hoje inspiram projetos de arquitetura e decoração.

Elas retomam elementos de outros estilos mais antigos, marcados por cores escuras e muitos ornamentos.

Para entender melhor qual é a estética da casa vitoriana e como usá-la em projetos atuais, precisamos conhecer o contexto da época.

Continue a leitura!

O que foi a Era Vitoriana?

Pintura da Rainha Vitória feita por Franz Xaver Winterhalter
Pintura da Rainha Vitória feita por Franz Xaver Winterhalter (Imagem: Royal Collection)

A Era Vitoriana remete ao período do reinado da Rainha Vitória (1837-1901), símbolo do Império Britânico.

Foi uma época de prosperidade para o povo britânico, que vivia a consolidação da Revolução Industrial e de transformações econômicas, políticas e culturais.

Com isso, houve um desenvolvimento da classe média, que passou a ocupar o lugar de nova burguesia.

Essa ascensão fez com que muitas pessoas quisessem ostentar sua riqueza, inclusive por meio da arquitetura e decoração de suas casas.

Diante disso, o que ficou conhecido como estilo vitoriano foi ganhando força.

Palácio de Westminster, Londres, Inglaterra
O Palácio de Westminster, em Londres, é um símbolo da Era Vitoriana (Foto: Koala99)

Sob influência da estética francesa, os detalhes em madeira entalhada, as formas orgânicas e os encostos encurvados se tornaram marcos da Era Vitoriana.

Enquanto a burguesia ostentava seu poder econômico e social, os operários viviam em condições insalubres e, muitas vezes, morriam por conta de doenças como a tuberculose.

Essa realidade é objeto de críticas dos estudiosos do período. Afinal, estamos falando de um tempo em que a prosperidade conviveu com a miséria.

Enquanto o domínio britânico e a oferta de alimentos aumentavam, enriquecendo parte da população, a classe operária pagava a conta da expansão econômica.

Quais são as características da arquitetura vitoriana?

Arquitetura vitoriana é o nome dado ao estilo arquitetônico predominante durante o reinado da Rainha Vitória.

No Reino Unido, a arquitetura já carregou o nome de monarcas em diversas ocasiões, como as arquiteturas georgiana e eduardiana, entre outras.

Por ter se desenvolvido durante o período da Revolução Industrial, a arquitetura vitoriana pôde se apoiar em equipamentos e materiais fabricados em larga escala.

Arquitetura vitoriana em Londres
Construção de arquitetura vitoriana em Londres, na Inglaterra (Foto: Images George Rex)

Aos poucos, o trabalho manual começou a ser substituído pelas máquinas na construção civil. 

Isso possibilitou o crescimento das cidades inglesas, que até hoje carregam traços da arquitetura vitoriana em seus edifícios.

A casa vitoriana das classes abastadas era construída no meio de terrenos amplos, rodeada por jardins e hortas.

Em relação à estética, a arquitetura vitoriana se caracterizou pela mistura de elementos de diversas épocas e lugares. 

Ela recuperou características de estilos arquitetônicos antigos, como o clássico e o gótico. Também podemos notar a presença marcante de grandes janelas, varandas, frisos e torres.

Fachada de casa vitoriana nos Estados Unidos
Casa vitoriana, construída em 1857, em Wisconsin, nos Estados Unidos (Foto: Warren LeMay)

É possível encontrar construções em outros cantos do mundo, além do Reino Unido, onde a arquitetura vitoriana ganhou espaço.

A decoração de interiores também se destaca, com materiais, móveis e objetos que remetem ao estilo, aos ornamentos e ao luxo da Era Vitoriana.

Aliás, foi nessa época em que surgiu o banheiro, um novo aposento da casa, graças à incorporação de eletricidade e água encanada nas construções.

Leia também:

Como ter uma casa vitoriana hoje?

Além da arquitetura, a casa vitoriana chama a atenção pelos seus elementos decorativos, que podem ser integrados a projetos contemporâneos de forma repaginada. A seguir, saiba quais são eles e confira alguns exemplos.

Elementos

As casas do período da Rainha Vitória contavam com móveis pesados e escuros, entalhes, capitonês, tapeçarias e muitos ornamentos por todos os cantos.

No mobiliário dos membros da nobreza eram comuns os desenhos feitos em ouro. Por isso, não é por acaso que o dourado se faz presente nos detalhes.

Decoração de interiores da Era Vitoriana
A estética vitoriana também é bastante expressiva na decoração de interiores (Foto: Warren LeMay)

Quem gosta do estilo vitoriano costuma ser adepto da restauração de móveis antigos — que, quando devidamente recuperados, permitem criar ambientes muito elegantes.

Também é possível encontrar nas casas vitorianas papéis de parede e tecidos estampados em cores marcantes, como azul-marinho, marrom e verde-bandeira.

O uso de lustres suntuosos é outra marca da Era Vitoriana. Até hoje eles são usados para trazer sofisticação para os ambientes.

Ou seja, mesmo os projetos de arquitetura e decoração atuais podem se inspirar em elementos do estilo vitoriano.

Isso não significa transpor a casa vitoriana para os dias de hoje, mas usar referências da época para a concepção de ambientes que atendam às necessidades da vida contemporânea.

Exemplos

Mansão imponente com fachada neoclássica
Área de lazer com referências vitorianas e revestimentos Sunset Ibiza, Travertino Navona Crema e Nord Ris, da Portobello (Projeto: Mariana Maran)

Ambientes externos, como a área de lazer do projeto acima, encontram na casa vitoriana uma fonte de inspiração para a criação de fachadas imponentes.

Sala contemporânea com referências à Era Vitoriana
Ambiente moderno com claras referências à casa vitoriana (Projeto: Sandra e Roberta Bergo Arquitetura e Decoração)

Na sala de jantar acima, além dos lustres, as cadeiras com encosto curvado e as cores escuras são referências claras ao estilo vitoriano.

Ao mesmo tempo, as peças dialogam com o verde da parede da sala de estar. Tudo isso sem conflitar com materiais de outros estilos, como o vidro e o mármore.

Lavabo com elementos que remetem à Era Vitoriana
O revestimento usado nas paredes é o Terracota Muro Luna, da Portobello, que reproduz os clássicos tijolinhos ingleses (Projeto: Cássio Olivato)

A inspiração na casa vitoriana também pode aparecer em outros detalhes, como mostra o projeto de lavabo acima.

Além dos tijolinhos, a pia trabalhada é um convite a uma viagem no tempo, trazendo personalidade ao ambiente.

Quarto de casal em estilo neoclássico, com paleta de cores clara, móveis torneados e mármore
Suíte feminina inspirada na estética vitoriana com parede da cabeceira em Oro Bianco, da Portobello (Projeto: Mariana Maran)

Os móveis adornados do projeto acima fazem referência ao estilo clássico, uma das principais inspirações da era vitoriana.

Cozinha moderna com cristaleira charmosa
Mesmo os ambientes com uma estética mais moderna encontram na era vitoriana inspirações para a decoração (Projeto: Ammo Arquitetura e Interiores)

Também dá para se inspirar em elementos vitorianos e fazer deles os pontos focais dos ambientes, independentemente do estilo decorativo predominante, como mostra o projeto acima.

Sem dúvidas, esses exemplos provam que a harmonia entre o antigo e o atual é possível.

Por meio de materiais, cores e elementos característicos da casa vitoriana, os ambientes ganham um toque extra de charme e sofisticação.

Você sabe o que é decoração afetiva? Veja como decorar o seu lar valorizando memórias!

Compartilhe
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
VOLTAR
ESC PARA FECHAR
Minha avaliação desse conteúdo é
0 de 5
 

Casa vitoriana: o que é e como adaptá-la pa...

Casa vitoriana: o que é e como adaptá-la para os projetos atuais?

  Sem votos
minutos de leitura
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Archtrends Portobello
Colunista

O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.

    O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura e design com foco em revestimentos.

    ® 2023- Archtrends Portobello

    Conheça a Política de Privacidade

    Entenda os Termos de Uso

    Veja as Preferências de Cookies