23.05.2023
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
Avaliar
Eduardo Scóz conversa com Carolina Fávero e Taissa Buescu sobre tendências do Salão do Móvel de Milão 2023 (Foto: Portobello)

Tendências do Salão do Móvel de Milão no Archtrends Podcast

calendar-blank-line
23.05.2023
Conversa descontraída traz insights e revela as tendências do Salão do Móvel de Milão, com o olhar de quem visitou grande parte dos espaços em 2023
minutos de leitura

Para acompanhar as tendências do Salão do Móvel de Milão, a Portobello esteve presente na maior feira de design do mundo ao lado de grandes profissionais.

Entre eles, Eduardo Scóz, Gerente de Inovação e Produto na Portobello, e Carolina Fávero, Gerente de Marketing na Portobello.

Para falar sobre tudo o que rolou, suas percepções e as tendências do Salão do Móvel de Milão, eles receberam Taissa Buescu. Ela é curadora de design e colunista do Archtrends.

O bate-papo aconteceu assim que eles retornaram de Milão, na Itália, em um Archtrends Podcast cheio de insights. Acompanhe os principais pontos da conversa e assista ao vídeo para conferir o conteúdo completo!

Como é o Salão do Móvel de Milão?

Logo no início da conversa, Taissa revela que já participou de 20 edições do evento e está craque em identificar tendências do Salão do Móvel de Milão.

Para ela, sempre vale a pena participar. Afinal, reúne toda a comunidade do design em uma mesma cidade. Que, inclusive, fica ainda mais cheia do que na semana de moda, por exemplo.

“É impressionante como a cada ano são mais eventos e mais lançamentos incríveis. É impossível ver tudo o que você quer”, explica Taissa. Ela fez até uma listinha com as suas prioridades durante o evento.

Já Carolina conta que, com toda a efervescência “as referências vão se confirmando e você se surpreende a cada esquina”.

A Gerente de Marketing foi a responsável por conduzir um grupo de arquitetos do Portobello+arquitetura. Basicamente, o programa de relacionamento da Portobello Shop com designers e arquitetos.

Foram cinco arquitetos de regiões diferentes do Brasil. Com a variedade de profissionais, é possível multiplicar olhares.

Leia também:

As primeiras impressões da feira

podcast sobre tendências do Salão do Móvel de Milão
Bate-papo traz insights e revela tendências do Salão do Móvel de Milão (Foto: Portobello)

Uma das primeiras lembranças de Taissa quando o assunto são as tendências do Salão do Móvel de Milão é a exposição da Cassina Echoes.

Ela esteve presente na inauguração, que abriu seu arquivo histórico. O acervo reúne peças guardadas a sete chaves e até originais que são fabricados até hoje. Inclusive, havia peças que eles nunca colocaram em produção, e talvez nunca coloquem.

As preciosidades foram levadas para uma antiga agência de banco. Dentro da caixa forte, estavam itens raros e nunca produzidos.

Havia, por exemplo, uma sala inteira dedicada a Franco Albini, que é o rei da leveza do design. Por lá, eles desmembraram uma peça chamada “Vela”. Portanto, é possível que qualquer profissional entenda como é feita e consiga reproduzir.

“Eu achei emocionante! E resumiu bem o que eu acho que o salão e essa semana do design de Milão está caminhando para o compartilhamento de informações, de ideias, de inspirações”, conta.

Quais são as tendências do Salão do Móvel de Milão?

Durante o bate-papo, algumas tendências do Salão do Móvel de Milão foram ficando mais claras. Como sustentabilidade, conforto, personalização e colaboração. Tudo isso se materializa em alguns elementos que você confere na sequência.

Texturas

Na visão de Carolina, a primeira vez no Salão do Móvel foi especial. Para ela, o que chamou a atenção foi “muito uma sensação de conforto e de bem-estar. De in and out, das formas orgânicas, de cores. De você se sentir acolhido dentro dos ambientes. Tanto dentro do salão, que tem uma roupagem de stand e tende a ser mais frio, mas todo mundo trouxe um pouquinho desse calor”.

Ela destaca ainda as cores, uma vez que os tons terrosos predominaram. Contudo, para Carolina, o que mais se sobressai são mesmo as texturas e o “abraço” que as peças proporcionam.

Taissa concorda com as impressões. Contudo, complementa que as texturas surgiram ainda nos anos anteriores. Segundo ela, “a coisa do tato, do ver com as mãos” já aparecia logo após o lockdown por causa da pandemia de Covid-19.

Afinal, foi tanto tempo sem poder tocar, com a preocupação do uso do álcool em gel. Portanto, muita gente aproveitou esse momento para voltar a tocar e a sentir as superfícies.

“Agora, eu acho que esse ano foi um passo a mais, porque não é só uma textura leve. É um alto relevo mesmo. Eu vi muitas peças com profundidade, então colagem de vidros, cerâmica… Falando no mundo da Portobello, eu vi até cerâmicas em porcelana, mas com relevo de bolinhas”, explica Taissa.

Além disso, objetos pintados a mão no meio do processo industrial trazem “manualidade tanto de quem faz, quanto de quem toca”, segundo Taissa.

Ela também destaca a presença do brilho. Esse elemento surgiu em 2022 nas coleções e traz de volta aspectos dos anos 1970. Outro ponto que saltou aos olhos de Taissa foi o gloss.

Cores

Já entre as cores, “realmente, o madrepérola, aquela coisa furtacor, de dentro da concha. Isso apareceu demais e não é uma coisa que vinha vindo não, foi uma coisa desse ano”, revela Raissa.

Para Eduardo, o que mais chamou a atenção foi o fato de ver muito sobre o pós-pandemia ainda. Além da questão do toque, ele fala sobre uma outra consequência “positiva”, que é se aproximar da natureza. Cinza, bege, linhas retas e neutras ficam para trás e, agora, vemos cores e texturas.

“Estamos cada vez mais trazendo e aceitando esse conforto, essas texturas, essas cores da área externa para dentro de casa”, complementa Eduardo.

Sua percepção é a de que a gente vivia na era do apartamento. Portanto, estávamos “apartados” do vizinho e da natureza. Agora, a gente começa a trazer a natureza para dentro de casa. Ele acredita que, nos próximos anos, possa haver um reequilíbrio

Carolina complementa sobre a presença de cobogós, tecidos transparentes e biombos em muitos espaços, o que traz a transparência para a decoração e permite essa fusão do interior com o exterior.

Marcas e as tendências do Salão do Móvel de Milão

O bate-papo também trouxe algumas marcas para exemplificar as tendências do Salão do Móvel de Milão.

Louis Vuitton

Um dos grandes destaques foi a exposição da Louis Vuitton. A marca retornou ao Palazzo Serbelloni que, para Eduardo, já é um marco pela beleza do lugar, que contou com uma intervenção artística excêntrica do lado de fora, e uma exposição incrível do lado de dentro.

Com longas filas, a exposição contou com criações de outros artistas como Atelier Oï, Raw Edges, Marcel Wanders e o Estudio Campana.

“Achei curioso, inclusive porque nosso brasileiro Estudio Campana foi o primeiro designer a ter suas peças eternizadas como esculturas”, conta Taissa.

Ela, inclusive, destaca a participação do Estudio Campana nessa exposição. Havia, por exemplo, a clássica cadeira suspensa Cocoon e o sofá Bomboca em uma versão escultural com efeito metálico.

Os irmãos foram homenageados também em outros espaços, ditando tendências do Salão do Móvel de Milão 2023. Por exemplo, um tapete deles que esteve na exposição de Paola Lenti.

Para Carolina, logo de cara chama a atenção a diferença estética entre a exposição e o espaço físico onde ela aconteceu. “Tava uma exposição gostosa de ver. Você ia passeando pelas salas e tinha vontade de ir para a próxima, e ir para a próxima…”, conta.

Já para Eduardo, foi uma experiência espetacular: “do ponto de vista de objeto, de narrativa, arquitetônico e até humano, com a delicadeza de dar um maior destaque até para o Humberto e para o Fernando Campana”.

Ele destaca que dá para ter essa percepção mesmo consumindo pelas imagens, que inclusive podem ser encontradas no Report da Portobello com as tendências do Salão do Móvel de Milão.

Moooi

Com uma outra linha editorial, mais extravagante, a Moooi trouxe tendências do Salão do Móvel de Milão 2023 que englobam conforto e sustentabilidade.

Contudo, Eduardo começa destacando que eles fazem isso de um jeito autêntico. Por exemplo, falam de sustentabilidade sem usar madeira ou verde.

Eles trouxeram uma experiência sensorial e interativa de personalização de aroma de ambiente, que Carolina conta um pouco como foi. “É a ideia da marca se moldando ao usuário”, completa Eduardo.

Outro ponto sobre a Moooi destacado no bate-papo são as superfícies que se encontram e se repetem, dando a ideia de continuidade. Por exemplo, o mesmo revestimento no piso e no teto, ou no piso e na parede.

O que tem tudo a ver com a ideia de usar porcelanato nos projetos. Afinal, eles são bastante versáteis.

E não só o mesmo revestimento, como também estampas vem sendo muito usadas em diferentes superfícies, como tapetes e almofadas. Uma pegada híbrida que chamou a atenção.

Highlights para além das tendências do Salão do Móvel de Milão

Para fechar o papo, os três conversaram sobre o que mais chamou a atenção tanto em termos de tendências do Salão do Móvel de Milão quanto na cidade em si.

Carolina Fávero teve experiência com Paola Lenti

Carolina destaca sua experiência com Paola Lenti. Além de visitar a exposição, ela conversou com a designer e fez um tour guiado pelo espaço.

“Entrar no espaço dela e ver aquele Pantone que ela cria, a mágica que ela faz com as cores é emocionante”, revela Carolina.

O espaço utilizado para levar as tendências do Salão do Móvel de Milão é também onde vai acontecer o novo showroom de Paola Lenti e até um hotel com restaurante.

Portanto, um universo de Paola Lenti e uma oportunidade das pessoas vivenciarem sua experiência de produtos e objetos manuais e personalizados.

E fora da feira, Carolina destaca sua experiência em um bar que criou uma bebida muito comum na cidade: o negroni.

Taissa Buescu também aproveitou para estar ao lado de grandes nomes

Já para Taissa, a visita ao tênis clube da designer Cristina Celestino foi um dos grandes destaques. Afinal, ela é jogadora.

O ambiente foi redecorado e um dos pontos que chamou a sua atenção foi o tapete recortado que deixa à mostra o piso de mármore. Portanto, “um design contemporâneo dialogando com a arquitetura dos anos 20”, conta Taissa. Além disso, havia um restaurante superconcorrido, sobretudo entre os moradores da cidade.

Sobre a experiência na cidade, Taissa conta sobre como ela gosta de encontrar pessoas, sobretudo em eventos que proporcionam estar lado a lado de pessoas que ela admira muito e fazem a diferença no mundo do design.

Eduardo Scóz revela síntese de Louis Vuitton sobre o que admira

Já para Eduardo, a experiência na Louis Vuitton é a de que a marca traz um pouco do que ele admira. Como sustentabilidade, colaboração, open source, respeito às culturas, arte e design, funcionalidade etc.

Sobre Milão, o grande destaque para Eduardo é a comida, que vai desde barraquinhas na rua até grandes restaurantes, e tudo é muito bom.

Quer conferir todos os detalhes das tendências do Salão do Móvel de Milão? Baixe agora mesmo o Report da Portobello, recheado de fotos e insights!

Compartilhe
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
VOLTAR
FECHAR
Minha avaliação desse conteúdo é
0 de 5
 

Tendências do Salão do Móvel de Milão no ...

Tendências do Salão do Móvel de Milão no Archtrends Podcast

  Sem votos
minutos de leitura
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Archtrends Portobello
Colunista

O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.

    O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura e design com foco em revestimentos.

    ® 2024- Archtrends Portobello

    Conheça a Política de Privacidade

    Entenda os Termos de Uso

    Veja as Preferências de Cookies