07.03.2022
Avaliação
()
Porcelanato riscado, porcelanato marmorizado, porcelanato polido, piso, parede
Porcelanatos de diferentes tipos precisam de cuidados específicos para evitar riscos. Dicas ajudam a recuperar em caso de arranhões superficiais (Projeto: Portobello S.A.)
0

Porcelanato riscado: como lidar com esse problema?

Confira as melhores dicas para recuperar o porcelanato riscado e descubra como evitar danos a esse material no dia a dia!
minutos de leitura

O porcelanato é um dos materiais preferidos em projetos que pedem sofisticação. Inclusive, é o sonho de consumo para a casa de muita gente. 

Para ouvir o artigo completo, clique no play abaixo:

Afinal, além da estética, esse é um revestimento cerâmico conhecido por ser bastante resistente. Ainda assim, é possível ter o porcelanato riscado, caso alguns cuidados não sejam tomados. 

Desde a fase da obra até o uso dos espaços, é necessário ficar de olho em certos detalhes para não danificar o material, principalmente se ele for instalado no piso.

Isso evita que o planejamento com a obra e a decoração vá por água abaixo por causa de arranhões, riscos e outros problemas.

A seguir, contaremos tudo sobre esse assunto. E, se você já está com esse problema e não sabe como resolver o risco em porcelanato, daremos dicas de limpeza para remover as imperfeições. 

Acompanhe! 

Porcelanato risca? 

Porcelanato riscado, porcelanato marmorizado, porcelanato de grande formato, cores claras, metais dourados
Apesar de resistente, porcelanato risca e arranha em contato com produtos abrasivos ou rígidos
(Projeto: R3 Projetos / Foto: Felipe Araújo / CASACOR | ES 2021) 

Como é conhecido pela resistência, muita gente não sabe, mas o porcelanato risca sim. 

Apesar de ser robusto, se sofrer atrito ou entrar em contato com um produto abrasivo, o material tende a ter danos que variam em intensidade. 

Resumidamente, o risco em porcelanato pode ser superficial ou profundo. 

No primeiro caso, produtos de limpeza como saponáceo cremoso podem resolver facilmente, como veremos mais à frente. 

Agora, os danos profundos são irreversíveis. Sendo assim, a solução é cobrir com um tapete ou móvel, trocar a peça por uma nova ou encontrar outra alternativa para esconder o risco. 

Como saber se o porcelanato risca fácil?

Porcelanato riscado, porcelanato natural
Porcelanato natural é ideal para ambientes de maior circulação por ser mais resistente que o polido
(Projeto: Juliana Pippi / Foto: Andre Klotz /. CASACOR | SC 2021) 

Essa é uma dúvida comum. Mas para afastar a preocupação, saiba que o porcelanato não risca fácil. Agora, é verdade que alguns tipos são mais resistentes que outros. 

Assim, é bom ficar de olho na dureza do produto escolhido na hora de realizar a compra. Isso ajuda a entender também o que pode danificá-lo.

A chamada escala Mohs é internacionalmente conhecida e vai de 1 a 10. O primeiro nível representa o material mais mole na natureza, ou seja, o gesso. Já o décimo é o mais rígido: o diamante. 

Para saber em qual posição da escala um material se encontra, ele risca e é riscado por outro. O que for afetado vai para uma categoria abaixo e assim sucessivamente. 

Para você ter uma ideia, o porcelanato polido, que é aquele brilhante, tem uma classificação na escala Mohs entre 3 e 4. 

Por sua vez, o porcelanato natural, que tem aspecto opaco, é mais resistente, ficando entre as posições 6 e 7. 

Fazendo uma comparação com outros materiais, a areia tem classificação 7 e, inclusive, é um dos que oferecem mais riscos ao porcelanato. 

Portanto, um piso com a dureza do porcelanato natural é ideal para imóveis em regiões litorâneas, como uma casa de veraneio. Isso porque o atrito com a areia vai causar pouco ou nenhum risco. 

Mas claro que nada impede você de usar o porcelanato polido na praia, desde que sejam tomados alguns cuidados, como veremos a seguir. 

Além disso, se o imóvel for em região litorânea, prefira o acabamento brilhoso em ambientes com menos circulação, como o quarto.

Como evitar risco em porcelanato? 

Porcelanato riscado, porcelanato natural, elementos naturais, artesanato
Escolha do tipo de porcelanato para cada ambiente ajuda a entender os cuidados que devem ser tomados para evitar riscos
(Projeto: Gebara e Filártiga Arquitetos / CASACOR | SC 2021)

Como o que deixa o porcelanato riscado é o atrito com materiais rígidos, é preciso evitar arrastar móveis sem proteção ou friccionar algum produto com grau de dureza elevado sobre ele.

Em determinadas situações, dá para protegê-lo, como é o caso da continuidade da obra após a instalação do piso.

No entanto, alguns acidentes também podem acontecer e deixar o porcelanato riscado, como a queda de objetos, principalmente se forem rígidos e pesados. 

Para entender como evitar o porcelanato riscado, listamos a seguir algumas dicas que você pode começar a colocar em prática agora mesmo.

Porcelanato riscado, porcelanato marmorizado, porcelanato polido, piso, parede
Cuidados com porcelanato valem tanto para o revestimento de piso quanto de parede (Projeto: Portobello S.A.
  • cobrir o porcelanato caso a obra continue após o assentamento. Isso é possível com um protetor de pisos ou até mesmo com papelão. Dessa maneira, evita-se riscos causados pela poeira, outros resíduos ou pelo apoio de ferramentas e materiais;
  • escolher o produto certo para cada tipo de ambiente. Por exemplo, você sabia que tem o porcelanato EXT, que é ideal para áreas externas? E, como já citamos, o natural ou mate é mais resistente que o polido;
  • manter o ambiente limpo. Assim, resíduos que podem causar atrito e deixar o porcelanato riscado são removidos. Esse é o caso da areia, da poeira e da terra;
  • colocar um capacho na entrada da casa ou do estabelecimento comercial para que as pessoas depositem os resíduos dos calçados antes de entrar;
  • tirar os sapatos ao entrar em casa, de forma que os resíduos dos calçados não sejam levados para dentro dos ambientes, pois podem causar riscos;
  • utilizar vassoura de cerdas macias ou aspirador de pó na hora da limpeza do piso. Isso vai evitar o atrito, que gera riscos;
  • dispor de tapetes emborrachados para crianças pequenas, de maneira que elas não causem atrito entre brinquedos e o piso;
  • proteger com feltro os pés das mesas e das cadeiras para evitar riscos ao arrastar os móveis, seja para usar ou limpar;
  • passar flanela seca ou pano com fibra macia no revestimento de parede para remover poeira e outros resíduos;
  • utilizar tapetes em áreas de grande circulação, como corredores, para preservar o porcelanato. 

O que fazer com o porcelanato riscado?

Porcelanato riscado, limpeza, saponáceo cremoso
Saponáceo cremoso é um dos melhores produtos para usar em porcelanato riscado (Foto: Anton

As dicas para evitar porcelanato riscado certamente vão ajudar a prevenir danos futuros. Mas se já tiver acontecido, não há motivo para desespero. Existem soluções para recuperar a placa em caso de riscos superficiais ou leves. 

Saponáceo cremoso 

A principal dica para tirar risco de porcelanato é o uso do saponáceo cremoso, também conhecido como CIF. Além disso, ele remove manchas superficiais.

É muito importante escolher o produto na versão cremosa, já que a em pó tende a ser mais agressiva, o que pode piorar a condição da peça.

O ideal é não aplicá-lo diretamente no porcelanato. Sendo assim, dilua em água na proporção de uma parte de saponáceo para nove partes de água. 

A aplicação é simples. Para começar, garanta que a área está limpa, livre de poeira. Isso é importante para evitar o atrito do pano com a sujeira. 

Então, basta umedecer um pano ou uma esponja macia e fazer movimentos circulares e leves. Depois, use um pouco de água para remover totalmente o produto. 

Para finalizar, seque bem, de modo a evitar manchas. 

Detergente neutro ou desinfetante a base de cloro 

Porcelanato riscado, porcelanato EXT, porcelanato de grandes formatos, rooftop
Dicas para recuperar porcelanato riscado são para todos os tipos, inclusive EXT (Projeto: Ana Trevisan / CASACOR | SC 2021)

Se o arranhão for bem levinho, outros produtos também podem ajudar. Esse é o caso do detergente neutro. 

As instruções são basicamente as mesmas. Limpe a superfície, dilua o detergente em água e esfregue levemente usando um pano ou uma esponja macia. E, claro, não esqueça de enxaguar e secar. 

Não funcionou? Pode ser que o risco no porcelanato seja um pouco mais profundo. 

Sendo assim, tente aplicar um desinfetante neutro à base de cloro. Para isso, siga as mesmas recomendações de diluição, enxágue e secagem do saponáceo cremoso. 

Vinagre de álcool 

Para quem procura por uma alternativa natural para resolver o porcelanato riscado, o vinagre de álcool pode ser usado. 

O produto tem uma acidez que é eficiente para a limpeza. E, o mais importante, não danifica o revestimento. 

O ideal é usar em casos de arranhões, riscos e manchas superficiais, seguindo as mesmas instruções do saponáceo cremoso.

Troca do porcelanato 

Se nenhuma das dicas anteriores funcionar, pode ser que o risco seja profundo. Nesses casos, não há como recuperar o porcelanato. 

Portanto, o ideal é realizar a troca da peça ou disfarçar a imperfeição com tapetes e móveis, por exemplo. 

O que não usar em porcelanato riscado?

Porcelanato riscado, produtos abrasivos, receitas caseiras
Produtos abrasivos podem manchar ou danificar de vez o porcelanato. Tenha cuidado com receitas caseiras (Foto: Kelly Sikkema

Por fim, também é muito importante saber o que não se deve usar para tentar remover riscos em porcelanato. 

Tenha cuidado com receitas caseiras e dicas “mágicas” da internet. Em alguns casos, elas podem causar danos irreversíveis, como manchas que não saem. 

Veja exemplos do que não utilizar em porcelanato riscado:  

  • palha de aço ou outro material que cause atrito; 
  • mistura de limão e bicarbonato; 
  • ácido muriático. 

Antes mesmo de ter um ambiente decorado e bonito, é preciso entender como instalar os materiais que você quer comprar. 

Para ajudar, a Portobello Shop oferece um serviço que torna o assentamento do porcelanato impecável. Acesse e conheça! 

Compartilhe
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas
Sua avaliação

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.

    O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura e design com foco em revestimentos.

    ® 2022- Archtrends Portobello

    Conheça a Política de Privacidade

    Entenda os Termos de Uso

    Veja as Preferências de Cookies