06.09.2022
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
Avaliar
porcelanato liquido
O porcelanato líquido é um revestimento feito de resina epóxi, com usos e manutenção diferentes do porcelanato tradicional (Foto: Leoborbaaa)

Porcelanato líquido: não se deixe enganar pelo nome desse revestimento

 minutos de leitura
calendar-blank-line
06.09.2022
Entenda o que é o porcelanato líquido e são as quais as diferenças em comparação ao porcelanato tradicional
minutos de leitura

O termo “porcelanato líquido” pode levar muitas pessoas a acreditarem que este revestimento é semelhante ao porcelanato tradicional, o que não é verdade.

Apesar do nome, esse tipo de piso é produzido com resina epóxi. Por isso, as suas características e aplicações são bem diferentes do original, que é um revestimento cerâmico.

Quer entender melhor? Confira as informações que reunimos!

O que é porcelanato líquido?

Porcelanato líquido é o nome popular da resina epóxi autonivelante de poliuretano. Ele pode ser instalado sobre qualquer superfície, com um processo de secagem de cerca de 12 horas.

O produto foi batizado assim pela empresa Bautech, que começou a usar a expressão nas suas embalagens.

No entanto, logo ela foi obrigada a retirar, pois alguns órgãos da construção civil alegaram que o termo não poderia ser usado por ser registrado.

Apesar disso, a expressão caiu no gosto das pessoas, especialmente pelo efeito brilhante que o produto é capaz de produzir.

Quais são as diferenças entre porcelanato líquido e porcelanato tradicional?

Apesar de o nome dar a entender que o porcelanato líquido e o porcelanato tradicional são o mesmo produto, não é o caso. Vamos ver em detalhes as diferenças entre eles.

Porcelanato líquido

Como vimos, o porcelanato líquido é um revestimento produzido a partir da resina epóxi. 

Trata-se de um material autonivelante, o que significa que não precisa de contrapiso. Quando aplicado, ele cria uma camada que automaticamente nivela a superfície. A única exigência é que o local esteja limpo antes da aplicação.

Também dispensa a necessidade de rejuntes.

porcelanato liquido, porcelanato tradicional
Versátil, o porcelanato tradicional pode ser usado em diferentes detalhes. Neste exemplo, temos Verde Alpi no piso e Bleu de Savoie na parede e na bancada (Projeto: Portobello S.A.)

Porcelanato tradicional

Já o porcelanato tradicional é um revestimento cerâmico produzido a partir da prensa e da queima da argila. 

Ele se diferencia de outras cerâmicas por usar matérias-primas nobres e alta temperatura para a composição da sua massa.

Por isso, tem características como baixa absorção de água e boa durabilidade. Há opções para pisos, paredes e fachadas, tanto para áreas internas quanto externas. 

Esse revestimento também pode ser usado em ambientes úmidos e molhados, como banheiros, cozinhas, lavanderias e até piscinas.

É fácil de limpar e manter, tem alta resistência mecânica e à abrasão física e química, além de cor uniforme.

Quem deseja criar um efeito de superfície contínua pode investir nas Lastras, que são gigantes, ou nas versões com bordas retificadas, que permitem a instalação com uma largura menor de rejunte, em torno de 2 mm.

Você consegue encontrar porcelanatos de diferentes cores e estampas. Inclusive opções que recriam, de maneira muito fidedigna, pedras nobres, madeiras, cimentícios e diversos outros materiais.

O porcelanato ainda pode ser usado para compor bancadas, painéis de TV, escadas, lareiras, lambris, móveis etc.

porcelanato liquido, lastra
O porcelanato tradicional também pode ser usado para compor fachadas, como este exemplo com Folk Desert (Projeto: Portobello S.A.)

Porcelanato líquido vale a pena?

Dúvidas comuns entre quem pensa em usar o porcelanato líquido é se ele realmente vale a pena e se substitui o porcelanato tradicional. Vamos entender esses pontos em detalhes?

Aplicação

A aplicação do porcelanato líquido pode ser considerada uma vantagem. Como explicamos, ele é autonivelante, dispensando a necessidade de contrapiso. Ainda pode ser usado sobre outros revestimentos, como cerâmicas.

Contudo, é de extrema importância contratar mão de obra especializada. Afinal, é isso que garantirá o resultado esperado. E nem sempre é fácil encontrar profissionais que trabalhem com o material e com a técnica do jeito certo.

Resistência a riscos

Muitos fabricantes dizem que o porcelanato líquido não risca. Porém, a realidade relatada por pessoas que investiram nesse revestimento é bem diferente. Isso dependerá muito do produto usado, já que nem todos têm resistência mecânica.

A resina epóxi pode ser manipulada de algumas formas. O fabricante pode adicionar mais propriedades físicas, fazendo com que o piso risque menos, ou químicas. Também é possível equilibrar ambas. Só que tudo isso se reflete no preço.

De qualquer forma, tenha em mente que o porcelanato líquido tende a riscar bastante. Assim, é imprescindível ter cuidados, tanto em relação à limpeza quanto ao uso, evitando arrastar móveis, por exemplo.

Desemplacamentos, trincas e rachaduras

Outros problemas que podem acontecer com o porcelanato líquido são o desemplacamento, as trincas e as rachaduras. Geralmente, essas questões têm a ver com a aplicação ineficiente.

As trincas estão ligadas ao contrapiso. A resina faz o nivelamento, mas é importante que haja um preparo desse local para receber o material. Contudo, nem todos os aplicadores consideram esse ponto.

porcelanato liquido 3D
O porcelanato líquido, por não ter sem emendas, exigem reparos para evitar discrepâncias na estética do piso (Foto: LiquidPiso Vila Mariana)

Aplicações

O porcelanato líquido pode ser aplicado em ambientes úmidos e molhados, como banheiros e cozinhas, porque é impermeável. Mas é preciso verificar a resistência ao escorregamento.

No entanto, ele não é indicado para áreas externas, uma vez que a resina tende a sofrer desgaste quando exposta a mudanças de temperatura, raios UV e outras intempéries.

Além disso, não é tão versátil quanto o porcelanato tradicional, pois não pode ser usado em paredes, fachadas, móveis etc.

Manutenção

A principal forma de manutenção é realizar a limpeza regular do piso, para remover a poeira e as partículas sólidas. O uso de cera também deve ser constante, pois mantém o aspecto brilhante.

É preciso ter cuidado para evitar a queda de objetos pontiagudos sobre o revestimento, assim como usar feltros sob os pés de cadeiras, mesas, sofás e outros móveis, de modo a impedir riscos.

Como o porcelanato líquido tem uma aparência monolítica (sem emendas), os reparos exigem maior atenção, para evitar discrepâncias na estética do piso. 

Então, mesmo que o ambiente a ser reparado seja pequeno, é recomendada a troca completa, o que garante homogeneidade.

porcelanato liquido, cuidados
O porcelanato líquido exige mais cuidados, especialmente para evitar riscos ou outras agressões (Foto: Freepik)

No caso de riscos leves, é possível fazer um reparo superficial, com lixas a base de água e uma lixadeira treme-treme. Depois, é preciso realizar o polimento com uma politriz e finalizar com a aplicação da cera específica.

A durabilidade média desse piso é de 10 anos. Para mantê-lo, é importante respeitar a classificação de tráfego indicada pelo fabricante, além de usar água com temperatura de até 40ºC, detergente neutro e pano macio durante a limpeza.

Porcelanato líquido 3D

Esse é um tipo de piso líquido que recebe um adesivo por baixo da resina para criar o efeito 3D.

Requer os mesmos cuidados. Porém, como conta com o adesivo, caso haja danos, os reparos tendem a ser mais complexos.

Como você viu, apesar do nome, o porcelanato líquido é um produto totalmente diferente do porcelanato tradicional. Ele é produzido com resina epóxi e tem versatilidade e durabilidade menores.

Agora que já sabe tudo sobre esse revestimento, que tal descobrir se é possível usar porcelanato no teto? Entenda melhor essa tendência e transforme a sua casa!

Foto de destaque: O porcelanato líquido é um revestimento feito de resina epóxi, com usos e manutenção diferentes do porcelanato tradicional (Foto: Leoborbaaa)

Compartilhe
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
VOLTAR
FECHAR
Minha avaliação desse conteúdo é
0 de 5
 

Porcelanato líquido: não se deixe enganar p...

Porcelanato líquido: não se deixe enganar pelo nome desse revestimento

  Sem votos
minutos de leitura
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.

    O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura e design com foco em revestimentos.

    ® 2024- Archtrends Portobello

    Conheça a Política de Privacidade

    Entenda os Termos de Uso

    Veja as Preferências de Cookies