09.05.2018
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
Avaliar

Pet friendly: incorpore esse conceito em projetos comerciais

 minutos de leitura
calendar-blank-line
09.05.2018
Ambientes que recebem animais de estimação são cada vez mais valorizados por frequentadores e até mesmo possíveis clientes. Além de aumentarem a regularidade de visitantes, já que não é preciso deixar o pet em casa para dar um passeio, esses empreendimentos são sinônimo de inovação e despertam curiosidade. Tudo isso a partir da implementação de pequenas práticas que fazem toda a diferença. Veja quais são elas no post a seguir!
minutos de leitura

Já ouviu falar em pet friendly? O termo em inglês diz respeito à otimização dos ambientes, capacitando-os a receber animais de estimação sem causar problemas ao dono ou ao proprietário do local.

A prática, que é cada vez mais adotada por estabelecimentos ao redor do país, é responsável por aumentar consideravelmente o número de frequentadores e clientes de qualquer negócio.

Quer entender o motivo disso e descobrir as vantagens de investir em projetos que acolhem os pets? Não se preocupe, vamos te contar agora!

O conceito de pet friendly em espaços comerciais

Se um local aceita a entrada de animais de estimação, ele já pode ser considerado pet friendly. No entanto, recebê-los não é suficiente: é preciso investir em uma estrutura que garanta o conforto e não prejudique a dinâmica do local.

Entenda a diferença na prática: ambientes que apenas aceitam os pets podem exigir que eles permaneçam no colo do dono, por exemplo. Outros, podem restringir sua presença a algum local específico — como naquelas áreas reservadas exclusivamente para animais, onde eles costumam ficar presos nas coleiras.

Ser pet-friendly é mais que aceitar animais no ambiente: é prepará-lo para recebê-los bem

Lugares pet friendly, em contrapartida, focam na experiência do dono e do animal. Afinal, não basta aceitá-los, é preciso saber a melhor forma de acolhê-los.

No passado, quando o dono queria dar um passeio por shoppings, ir a um restaurante, fazer compra em alguma loja ou até frequentar parques específicos, a ideia de levar seu pet praticamente não existia. Além dos locais que proibiam a entrada de forma explícita, vários dos que permitiam a presença dos bichinhos não estavam preparados para isso, o que poderia gerar frustração e momentos de constrangimento.

Hoje em dia, a cultura de ter um pet mudou muito. Eles são considerados parte da família dos donos, que se tornaram mais atentos aos direitos dos animais e prezam os ambientes que sigam os mesmos ideais.

Isso fez com que a quantidade de negócios com o selo pet friendly crescesse exponencialmente. Nas grandes capitais brasileiras, lojas (como a Portobello!) e shoppings já aceitam os animais e contam com ações inovadoras para que a prática seja realizada da melhor forma possível.

No entanto, tenha em mente que o nicho ainda é muito pouco explorado e que é preciso educar empreendedores para que eles abracem a causa e valorizem as iniciativas pet friendly de forma genuína.

Principais vantagens de um estabelecimento pet friendly

A seguir, vamos ajudar você a apresentar ao seu cliente os principais benefícios da prática, e temos certeza de que ele não vai se arrepender:

  • o investimento não é muito caro;
  • na maioria das vezes, não é preciso nem mesmo aumentar o tamanho do lugar ou realizar mudanças estruturais (que geram a necessidade de obra, por exemplo);
  • o público que frequenta estabelecimentos pet friendly é muito fiel. Isso acontece, principalmente, porque é difícil achar ofertas diversificadas ao redor da cidade;
  • a ação também é uma ótima estratégia para atrair novos clientes, mesmo que eles não tenham animais;
  • a atração de clientes é bem orgânica, ou seja, a divulgação “boca a boca”, que é poderosíssima, vai acontecer com frequência, por causa da oferta que ainda é escassa. Isso faz com que o empreendedor economize tempo que seria usado em marketing, por exemplo.
Ser pet-friendly pode ser uma alternativa até mesmo para o seu estabelecimento se destacar da concorrência

Quatro passos para fazer um projeto inovador

Agora que você sabe a importância de acolher os animais em um projeto especial, vamos ensiná-lo as principais maneiras de fazer isso e mostrar que não é muito difícil aderir a essa ideia.

Primeiro, não se esqueça de que o pontapé inicial da mudança deve estar na mente do proprietário do lugar. É importante acreditar no conceito, valorizar a entrada dos animais e estar pronto para lidar com os desafios que virão pela frente, afinal, todos eles valerão muito a pena.

Elabore espaços abertos para boa circulação de ar

Os pets têm uma estrutura corporal completamente diferente dos seres humanos, além de hábitos bem particulares. Muitos animais de estimação têm bastante pelo, por exemplo, ou podem apresentar um hálito diferente.

É importante contar com um espaço que tenha boa circulação de ar para evitar desconfortos na hora que algum deles se coçar ou quando eles sentirem um pouco mais de calor, fazendo com que coloquem a língua para fora.

Janelas grandes, que deverão ficar abertas durante o máximo de tempo possível, são ótimas opções. Caso o clima da sua cidade seja muito quente, não precisa abandonar o ar-condicionado: separe a área externa do local para que ela receba as mesas onde os pets poderão permanecer com os donos.

Lembre-se de um detalhe: por mais que o ar-condicionado seja utilizado, ainda é interessante contar com a maior quantidade possível de janelas e iluminação natural. Essa solução traz ao ambiente um efeito de frescor, além de deixá-lo mais confortável.

Opte por revestimentos de fácil limpeza e manutenção

Exclua revestimentos como carpete e tapete como forma de decoração. Além disso, é necessário priorizar materiais de fácil limpeza, já que eventualmente será preciso higienizar alguma área.

porcelanato é prático, bonito, de fácil limpeza e não é danificado ao entrar em contato com água e outros líquidos. Ao contrário de algumas madeiras, por exemplo, que se estragam facilmente quando animais fazem xixi em sua superfície, ou quando é preciso passar um pano úmido com frequência para tirar alguma mancha ou sujeira.

Verifique a necessidade de isolamento acústico

Caso o ambiente já seja muito frequentado por pessoas que não levam animais, a presença dos pets pode gerar estranhamento. Para que isso não aconteça, avalie a necessidade de aplicar isolamento acústico em algum dos ambientes, para que possíveis latidos ou outros ruídos não ressoem.

Use e abuse da criatividade

Além das dicas de teor mais técnico que passamos acima, veja exemplos de como um negócio pode encantar ainda mais quem gosta de animais de estimação:

  • coloque lixeiras especiais para depositar as fezes dos animais. É interessante fornecer também os saquinhos higiênicos;
  • disponha potes com ração e água ao redor do ambiente;
  • separe almofadas, pufes e bancos para que os animais fiquem confortáveis enquanto fazem companhia para seus donos;
  • reserve, preferencialmente, um espaço do projeto para área verde, onde os animais poderão brincar e as pessoas ficarão mais confortáveis;
  • proteja os pés das mesas e cadeiras com criatividade, para que os móveis não fiquem danificados.
Os ambientes pet-friendly exigem cuidados especiais em detalhes, que os tornam ainda mais encantadores

Se você gostou de aprender mais sobre projetos pet friendly, não perca uma outra tendência que vem ganhando espaço na arquitetura: a micro housing!

Compartilhe
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
VOLTAR
FECHAR
Minha avaliação desse conteúdo é
0 de 5
 

Pet friendly: incorpore esse conceito em proj...

Pet friendly: incorpore esse conceito em projetos comerciais

  Sem votos
minutos de leitura
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Archtrends Portobello
Colunista

O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.

    O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura e design com foco em revestimentos.

    ® 2024- Archtrends Portobello

    Conheça a Política de Privacidade

    Entenda os Termos de Uso

    Veja as Preferências de Cookies