26.08.2020
Avaliação
0
(0)
0

Para quando o frio chegar

minutos de leitura
A atmosfera que buscamos é o acolhimento, não só do olhar e da temperatura, mas também o tátil.
minutos de leitura

A casa recebe nova roupagem.

Quanto mais ao sul do país mais conhecemos a definição de inverno, afinal de contas é por aqui que o frio chega sempre mais intenso. Apesar das grandes alterações climáticas estarem sempre bagunçando com as estações do ano – sim, parece que embaralharam elas e ainda não colocaram na ordem correta – precisamos pensar na casa para aqueles momentos em que o tempo lá fora fecha e vemos no horizonte as nuvens de frio chegando e o nosso tão famoso vento Minuano soprando com toda força. As casas modernas possuem sistemas variados de controle de temperatura: ar condicionado, calefação, piso térmico, etc., mas nenhuma destas alternativas possui o charme de uma lareira; o bom e velho amigo fogo aquece a casa, a alma, enche os olhos e aconchega as pessoas ao seu redor de uma forma inigualável. Vale lareira de todos os tipos: a tradicional que temos que queimar lenha mesmo e que vez por outra cospe uma fumacinha malandra pra dentro do ambiente deixando no ar um cheiro característico, temos as práticas e eficientes lareiras ecológicas que funcionam através da queima de combustível e até as lareiras abastecidas com gás que pode ser natural ou o GLP. Não importa qual solução irá escolher, o importante é ter certeza de que, quando for necessário, você e sua família estarão devidamente aquecidos dentro de casa.

Lareira com porcelanato Progetto, da Officina Portobello
Lareira a lenha (Projeto: 3P studio)
Lareira a lenha (Projeto: 3P studio)

Uma outra questão muito interessante é aproveitar a desculpa do inverno e reformular um pouco a decoração dos ambientes. Para aqueles que (assim como eu) adoram um friozinho, a chegada do frio é o momento perfeito para abrir os armários e tirar uns acessórios diferentes para a casa. A começar pelo tapete que ficou guardado durante os meses mais quentes (mas pode trocar o tipo de tapete se você não vive sem ele). O inverno pede tipos mais pesados, mais densos e peludos, afinal queremos tapar ao máximo o piso da casa e evitar zonas de frio. As mantas para cama, poltronas e sofás são um complemento muito descolado, pois, além de bonitas podem transformar os móveis em espaços superaconchegantes. Eu particularmente gosto muito de texturas como as peles artificiais e os tricôs gigantes. E, por fim, já que estamos falando de mudança de decoração para a casa, no frio podemos também trocar as capas de almofadas da sala e também de cima da cama, usando cores mais acolhedoras e profundas, não esquecendo das cortinas que podem aparecer em tecidos mais encorpados pois isso vai fazer o espaço ter uma ambiência de mais “aquecido”.

Sofá com tricô gigante deixa ambiente acolhedor (Projeto: Fabiana Heidemann)

Nesta empreitada de mudança – que pode até ser sutil, mas que não deixa de ser uma mudança – podemos ressignificar espaços através de elementos simples como um pufe num lugar diferente, espaços para lenha como tachos e baús ou acessórios como cestos para mantas próximos ao sofá ou até mesmo numa varanda. A atmosfera que buscamos é o acolhimento, não só do olhar e da temperatura, mas também o tátil. Podemos aquecer todos os sentidos com a mistura de cores e estampas – graúdas e étnicas estão com tudo, mas há quem não renuncie ao bom e velho xadrez - afinal de contas as texturas aconchegantes são fundamentais para garantir a atmosfera invernal. Tudo isso são dicas para a criação do cenário que é seu lar, o nosso abrigo de tempos difíceis e até incertos, onde vamos nos recolher na espera da nova estação. Seja na frente de uma boa lareira tomando um vinho com os amigos ou enrolado numa manta e tomando um chimarrão com a família, os sulistas como ninguém sabem aproveitar o inverno.

Projeto: Suíte Creta
Manta em poltrona (Projeto: Suíte Creta)

--

Foto de destaque: Photo by Ilya Shakir from Pexels

Compartilhe
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas
Sua avaliação

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Marcelo Minuscoli
Colunista
Colunista

Marcelo Minuscoli é graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Unisinos, atua na grande Porto...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.