09.08.2022
Avaliação
0
(0)
09.08.2022
jardim vertical natural
(Projeto: Andrea Eiras)
0

Jardim vertical natural: o poder das plantas vivas

minutos de leitura
Optar por um jardim vertical natural pode influenciar até na saúde mental e no microclima da casa ou escritório
minutos de leitura

Um jardim vertical natural é quase uma florestinha particular, e ter um em casa é o sonho arquitetônico dos apaixonados por plantas. E não é segredo que a busca pela conexão com a natureza cresceu nos últimos anos, né? Esse movimento colocou os jardins verticais em evidência, tanto para decoração de interiores, quanto para áreas externas.

jardim vertical natural dentro de casa
Uma pequena selva indoor, mas com bastante luminosidade (Projeto: Cardoso Chouza Arquitetos / Foto: Pemón Chouza)

O jardim vertical natural é um recurso conhecido dos adeptos da Urban Jungle, que você provavelmente já ouviu falar. A ideia de transformar a casa ou o local de trabalho em uma área verde também tem a ver com o design biofílico. Levar a natureza para a arquitetura para criar ambientes naturais tem o poder de melhorar a saúde e o bem-estar.

Mas vale ficar de olho, porque existem tipos diferentes de jardins verticais e nem todos usam plantas vivas. Isso faz toda a diferença nos quesitos saúde mental, bem-estar e, como não poderia deixar de ser, sustentabilidade! Existem os jardins verticais permanentes, feitos com plantas artificiais, e os jardins verticais preservados, que usam plantas estabilizadas: elas são desidratadas e podem ser tingidas para manter o visual natural, mas não são vivas.

jardim vertical natural na varanda
A iluminação natural ajuda a florescer as plantas do jardim vertical (Projeto: Debaixo do Bloco Arquitetura)

As plantas artificiais têm muito apelo na decoração, principalmente por não dependerem de manutenção e poderem ser instaladas em locais sem luz e circulação de ar. Só que pensar só na estética pode ser uma cilada. Vamos lembrar que o plástico é um material poluente, oriundo do petróleo, um recurso natural não renovável, e a sua produção e descarte estão na lista de vilões da crise climática. Daí vale pensar: será que o plástico usado nas plantas artificiais é reciclável? Será que ele é reciclado? Pra você entender melhor o que estamos falando, esse vídeo da Fe Cortez fala um pouco sobre essa grande diferença entre o que é reciclável e o que é de fato reciclado. 

A cada ano, milhões de toneladas de resíduos plásticos entram no oceano – eles já foram encontrados até no gelo do Ártico. Esses poluentes matam peixes, tartarugas, aves e mamíferos marinhos, além de já terem aparecido até na corrente sanguínea de seres humanos. Se você quer se aprofundar no assunto, nossa dica é dar o play nessa aula da Fe Cortez sobre os impactos do plástico no oceano:

https://www.youtube.com/watch?v=SrTBOHd4wNY&ab channel=Menos1Lixo

Com todos esses alertas rolando, em março de 2022, em iniciativa da ONU, 175 nações assinaram uma resolução histórica que representa o primeiro passo para um acordo contra a poluição por plástico, que deve ser apresentado até 2024.

O poder das plantas vivas

As plantas de verdade são o grande diferencial do jardim vertical natural. Há pesquisas que dizem que as plantas de interior podem remover toxinas do ar. Outros estudos também comprovam que elas melhoram a concentração e a produtividade em até 15%, sendo perfeitas companheiras pra ter tanto em casa quanto no trabalho.

Plantas no ambiente de trabalho
Plantas naturais no ambiente de trabalho dão aquele up na produtividade e no bem-estar (Projeto: Maria Elena Brusa)

Os jardins verticais naturais influenciam até no conforto térmico, já que protegem contra altas temperaturas e ajudam a manter um microclima agradável. Para quem sofre com ar seco, eles são perfeitos: umidificam os espaços, deixando mais refrescantes, e em áreas externas ajudam a atenuar os efeitos dos raios solares. 

Diante de tudo isso, não tem pra ninguém: o jardim vertical natural só tem vantagens! Zero poluição, zero uso de recursos não renováveis e ainda faz bem pra saúde. Pra que levar mais plástico pra sua vida se você pode optar por respirar ar puro, né?

L’Oasis d’Aboukir
L’Oasis d’Aboukir é um jardim vertical com mais de 270 espécies de plantas em Paris (Foto: Sirisvisual @Unsplash)

Se você optar por um jardim vertical natural, é preciso lembrar que as plantas são seres vivos e precisam de cuidados especiais, como adubação, incidência adequada de luz e nem todas se adaptam a esse tipo de instalação. A boa notícia é que a rotina de atenção e cuidados pode ser terapêutica. Mas se você preferir, hoje em dia existem construções inteligentes, com irrigação automatizada e tecnologia a serviço da natureza e do bem estar. 


Por Luísa Saldanha - @saldanhitos
Foto de destaque: projeto de Andrea Eiras

Compartilhe
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas
Sua avaliação

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Menos1Lixo
Colunista
Colunista

Movimento que promove a educação ambiental, idealizado pela ativista Fe Cortez. Acredita no despertar...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.