12.03.2018
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
Avaliar

Grandes marcas inovam nos cenários de seus desfiles em Nova York

 minutos de leitura
calendar-blank-line
12.03.2018
Da sala de estar de Ralph Lauren à fazenda misteriosa de Calvin Klein, saiba como grifes internacionais estão trazendo design e arte para a passarela.
minutos de leitura

Durante a semana de moda de Nova York outono inverno 2018, duas marcas que representam o “American way of life” criaram cenários para suas apresentações que refletiam o espírito do momento, sem deixar de lado sua herança e momento cultural do país.

O living room da Ralph Lauren 

Um momento em que a nova onda de estilistas de moda ganha força reinterpretando clássicos do cotidiano para o mercado de luxo, Ralph Lauren buscou se conectar com as suas origens para apresentar a coleção Resort 2018. Foi Lauren, que na segunda metade do século XX, definiu para o público americano o que era ser sofisticado, criando um estilo aristocrático para um país sem a monarquia inglesa ou a tradição francesa.

A sala de estar de Ralph Lauren. Fonte: Elle.com
A sala de estar de Ralph Lauren. Fonte: elle.com

A passarela começava com uma sala de estar, toda em tom de branco, com espírito de casa de praia, inspirada em recente viagem do estilista à Jamaica. Na trilha, Bob Marley a João Gilberto davam o tom à coleção, que celebrava a beleza perfeita; um mundo dos sonhos, com looks monocromáticos brancos contrastando com cores primárias fortes.

Decoração e moda conversam com tons de branco e azul na Ralph Lauren. Fonte: elle.com
Decoração e moda conversam com tons de branco e azul na Ralph Lauren. Fonte: elle.com

O celeiro Arty da Calvin Klein 

Já o desfile da Calvin Klein foi uma grande provocação de todos os sentidos. O belga Raf Simons, diretor criativo da marca, está empenhado em encontrar um novo DNA para a grife, buscando os elementos que a consagraram nos anos 70.

50 galões de pipoca cobriram o piso do desfile de Calvin Klein. Fonte: vogue.com
50 galões de pipoca cobriram o piso do desfile de Calvin Klein. Fonte: vogue.com

Tendo o “american dream” como pano de fundo, Simons criou uma inteligente visão fantasiosa e política de como esse sonho pode ser retratado hoje.

O piso do grandioso Stock Exchange Building, em Wall Street, foi completamente coberto por mais de 50 mil galões de pipoca. Ao andar no espaço, modelos e convidados afundavam o pé em até 50 centímetros.

Celeiros do artista Ruby Sterling transformadas em passarelas para os modelos. Fonte: Vogue.com
Celeiros do artista Ruby Sterling transformadas em passarelas para os modelos. Fonte: vogue.com

O branco com a profundidade do piso abrigava instalações inspiradas em celeiros – feitas sob medida – pelo artista plástico Ruby Sterling, com fortes camadas em vermelho sangue nas paredes e um aspecto um tanto sombrio. Para completar, obras em preto e branco de Andy Warhol estampavam as paredes.

Os códigos da visão de Simons estavam lá, não tão claros e simples como Ralph Lauren, mas que provocam os olhares mais ávidos devido à interpretação do universo do estilista e da marca.

O cinema e a tragédia, representados pela pipoca e pelo sangue nas paredes, hoje são pontos comuns que unem os americanos. Na coleção, a reprodução do uniforme dos bombeiros é um protesto contra a violência nas escolas dos EUA e a necessidade de proteção que os americanos enfrentam hoje.

Com olhares diferentes, ambas as marcas trouxeram uma visão que fundiu moda e design, para demonstrar um lifestyle que vai muito além de roupas.

Compartilhe
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
VOLTAR
ESC PARA FECHAR
Minha avaliação desse conteúdo é
0 de 5
 

Grandes marcas inovam nos cenários de seus d...

Grandes marcas inovam nos cenários de seus desfiles em Nova York

  Sem votos
minutos de leitura
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.

    O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura e design com foco em revestimentos.

    ® 2024- Archtrends Portobello

    Conheça a Política de Privacidade

    Entenda os Termos de Uso

    Veja as Preferências de Cookies