29.05.2023
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
Avaliar
(Crédito: Você SA)

A democratização da arquitetura social

 minutos de leitura
calendar-blank-line
29.05.2023
O colunista André Carvalhal reflete sobre como a boa arquitetura pode ser acessível, citando projetos brasileiros, que, inclusive, já ganharam prêmios internacionais
minutos de leitura

Recentemente, uma casa construída na comunidade do Aglomerado da Serra, em Belo Horizonte, recebeu o título de Casa do Ano em um prêmio internacional de arquitetura. A casa construída pelo Coletivo Levante com os tradicionais blocos cerâmicos aparentes se tornou um importante pilar de sustentação para outras casas da região, e ainda foi construída em mutirão com o apoio das pessoas da comunidade. 

Para ouvir o artigo completo, clique no play abaixo:

Em 2016, o arquiteto chileno Alejandro Aravena havia ganhado o Prêmio Pritzker, o mais importante da arquitetura, pelos seus projetos na área de habitação social. Agora, a casa do Aglomerado da Serra no Brasil volta a acender a discussão sobre a importância da democratização da arquitetura, o que passa pela disseminação da arquitetura social. 

No Brasil, 85% da população vive em áreas urbanas, cerca de 100 milhões de pessoas não têm rede de esgoto, e segundo o IBGE, existem 11.403 favelas no país. Apesar de o país possuir tantas demandas específicas no acesso à moradia de qualidade, a arquitetura ainda é vista como uma exclusividade das pessoas mais ricas. Uma pesquisa do CAU mostrou que apenas 7% da população já contratou um arquiteto; destes 7%, a maioria pertence às classes A e B. 

Democratizar a arquitetura passa por muitos fatores, desde a mudança cultural e a desmistificação da visão elitista da área, até a prática de valores acessíveis a toda a população e o papel das políticas públicas que garantam condições urbanísticas adequadas de moradia para todos. 

>>> Leia também: Quando o simples é a melhor solução, por Beiral Arquitetura

Mas, para os arquitetos que desejam se especializar na área, a arquitetura social pode significar uma grande oportunidade de atuação no Brasil, já que cerca de 83% da população brasileira pertence às classes C, D e E, responsáveis pela maior parte das compras no setor de materiais de construção. 

E o interesse na área vem crescendo bastante, sobretudo com a ajuda das redes sociais para disseminar projetos acessíveis, mostrando que arquitetura é para todo mundo sim. Um projeto que ficou muito famoso nas redes sociais foi a Casa Vila Matilde, construída com baixo custo pelo estúdio Terra e Tuma na zona leste de São Paulo. 

Esses exemplos mostram que conhecer os mercados locais e entender a fundo suas necessidades é essencial para disseminar projetos de arquitetura diversos e acessíveis. Conheça alguns outros projetos inspiradores que já estão fazendo isso muito bem por aqui:

  • Moradigna: O negócio é especializado na construção e reforma de casas a baixo custo e com facilidades de pagamento.  
  • Favelar: O projeto oferece reformas baratas e sustentáveis em comunidades no RJ, buscando democratizar a arquitetura sustentável. 
  • Arquitetura na periferia: O projeto capacita mulheres da periferia a conduzir com autonomia as reformas de suas casas. 
arquitetura na periferia, multião do projeto
Mutirão do projeto Arquitetura na Periferia para construção de banheiro na casa da moradora Dalila (Foto: Bruno Figueiredo)
  • Inova Urbis: O escritório de arquitetura popular, situado em São Paulo, é um dos pioneiros em focar em projetos acessíveis. 
  • Arquitetos da Vila: O escritório de Belo Horizonte foca em melhorar as condições de moradia para famílias de baixa renda.
Compartilhe
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
VOLTAR
FECHAR
Minha avaliação desse conteúdo é
0 de 5
 

A democratização da arquitetura social...

A democratização da arquitetura social

  Sem votos
minutos de leitura
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

André Carvalhal
Colunista
Colunista

Escritor, consultor e especialista em design para sustentabilidade. Autor dos best-sellers "Como salvar o...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.

    O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura e design com foco em revestimentos.

    ® 2024- Archtrends Portobello

    Conheça a Política de Privacidade

    Entenda os Termos de Uso

    Veja as Preferências de Cookies