06.09.2022
Avaliação
()
06.09.2022
casa rosada
A cor rosada da arquitetura contrasta e ressalta o céu azul da região do Alentejo (Foto: Francisco Nogueira)
1

Cores complementares na arquitetura: casa rosada ressalta o céu azul do Alentejo

minutos de leitura
A Casa Azul, na verdade, é rosada, para ressaltar o azul do céu português. Entenda como cores complementares podem influenciar na arquitetura nesse lindo projeto
minutos de leitura

Batizada de Casa Azul, esse projeto do estúdio de arquitetura Bak Gordon ressalta o céu azul por sua cor rosada. Ela foi construída sobre um vasto território em Grândola, município que faz parte do distrito de Setúbal, região do Alentejo, em Portugal.

Confira também o projeto da Casa Serralves em Portugal, de cor rosa e arquitetura Art Déco

Bak Gordon Arquitetos (BGA) foi fundado em 2002 por Ricardo Bak Gordon. Ricardo ganhou prêmios pelos projetos de seu estúdio, como o FAD Architectural Prize, representando Portugal na Bienal de Arquitetura de Veneza. Também participou de um programa chamado Parque Escolar, um plano ambicioso do governo de Portugal para modernizar as escolas públicas. 

fachada da casa rosada
A piscina é posicionada rente a parede da face sul do edifício e também contrasta com a cor rosada do acabamento da residência
(Foto: Francisco Nogueira)

Totalizando 375 metros quadrados de área, a Casa Azul surge a partir de uma piscina encostada na parede voltada para a face sul. Do outro lado desta parede descobrimos espaços sociais da casa e duas áreas de estar nas extremidades, que são ambientes de transição entre o interior e exterior, contendo um pergolado no teto. 

casa rosa interiores
A área privativa da residência se dá em torno do pátio no centro do edifício
(Foto: Francisco Nogueira)

No centro do complexo arquitetônico há um pequeno pátio interno. Em torno dele se espalham os espaços privativos da casa. A forma e geometria dos espaços, os cheios e vazios, as diferentes alturas, as aberturas e as coberturas são criteriosamente projetadas pelo estúdio de arquitetura. 

O design de interiores não contrasta com a arquitetura da casa, e sim se difunde em perfeita harmonia. A sobriedade do mobiliário faz com que o sentimento de tranquilidade permaneça sempre no cotidiano da família que ali habita e deixa que a arquitetura do edifício fale por si. 

planta baixa da casa rosada
Os acabamentos e texturas escolhidas para revestir a residência combinam com o entorno silvestre da paisagem
(Foto: Francisco Nogueira)

Tanto a forma desta obra arquitetônica, quanto a escolha dos seus revestimentos faz com que a casa se adapte e se difunda na paisagem. Todas as paredes foram revestidas com uma textura de estuco rosado. A escolha desta cor faz ressaltar ainda mais o céu da região do Alentejo, por ser uma cor complementar ao azul. 

Por esta mesma questão, a área de piscina também ganha destaque no projeto, integrando-se com a paisagem e contrastando por sua arquitetura. 

fachada da casa rosa
A forma e geometria dos espaços se adequa ao terreno perfeitamente
(Foto: Francisco Nogueira)

Pela definição de Michel Eugene Chevreul, a cor complementar de uma matriz é aquela que mais absorve seu espectro, ou seja, na ciência das cores, duas cores são chamadas de complementares quando misturadas produzem a cor preta. Resumindo, cores complementares são cores que oferecem contraste entre si. 

mobiliário rosa
O mobiliário foi pensado para integrar se na arquitetura e deixar que ela fale por si
(Foto: Francisco Nogueira)

Sem dúvida, inspirar-se da ciência das cores na arquitetura ajuda a escolher combinações de cores, texturas e acabamentos. Arquitetos e designers podem utilizar do círculo cromático como referência e ferramenta que oferece excelentes combinações de cores harmônicas, sejam elas complementares ou análogas.

Compartilhe
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas
Sua avaliação

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

Bárbara Cassou
Colunista
Correspondente internacional

Bárbara Cassou, correspondente internacional Portobello em Barcelona Arquiteta e designer, mestre em Retail Design...

Conhecer artigos



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.

    O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura e design com foco em revestimentos.

    ® 2022- Archtrends Portobello

    Conheça a Política de Privacidade

    Entenda os Termos de Uso

    Veja as Preferências de Cookies