06.02.2024
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
Avaliar
marca caçamba solidária
Projeto surgiu no Rio de Janeiro em meio à pandemia (Foto: reprodução/divulgação)

Caçamba Solidária: arquitetos se mobilizam para reformar residências precárias no Rio de Janeiro

 minutos de leitura
calendar-blank-line
06.02.2024
Um dos nomes à frente da iniciativa, Paula Neder conta em entrevista exclusiva como aplica a arquitetura para a transformação social
minutos de leitura

Mais de 30% dos brasileiros vivem abaixo da linha de pobreza no país, segundo dados do IBGE. Por isso, são tão importantes as iniciativas que se propõem a melhorar as condições de moradia da população. A Caçamba Solidária, criada no Rio de Janeiro durante a pandemia, é exemplo disso. “Arrecadamos materiais de obras que seriam descartados e que estejam em bom estado para utilização em melhorias de residências precárias de famílias em situação de vulnerabilidade social na cidade do Rio de Janeiro e região metropolitana”, explica a arquiteta Paula Neder, um dos nomes à frente do projeto.

paula neder
Paula Neder é uma das arquitetas à frente da Caçamba Solidária (Foto: divulgação)

Ela conta que tudo começou com um movimento de um grupo de arquitetos para distribuir cestas básicas durante um dos momentos mais críticos da pandemia de Covid-19. “Com a evolução desse trabalho e a organização do cadastro das famílias, compreendemos que o conceito deveria ser ajustado para contribuir de forma mais conectada à nossa profissão e, principalmente, para que impactasse de forma mais significativa aquelas vidas. Nós conhecemos o projeto Caçamba do Bem, do Paraná, e formatamos o nosso projeto adaptando à nossa rede de apoio. Assim surgiu a Caçamba Solidária”, diz. 

As imagens acima revelam o antes e depois da reforma em uma casa em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na região metropolitana do Rio de Janeiro
As imagens acima revelam o antes e depois da reforma em uma casa em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na região metropolitana do Rio de Janeiro (Fotos: divulgação)

Segundo a arquiteta, a principal missão da Caçamba Solidária é resgatar o papel da arquitetura como transformadora social. Até o momento, a iniciativa finalizou cinco projetos de reformas, além de duas doações de materiais para projetos parceiros, como a Gastromotiva, de combate à fome, e a Pepuc, de atendimento sociocultural a crianças e adolescentes. 

As transformações realizadas nas residências vão além da mera estética: elas garantem melhores condições de vida aos moradores
As transformações realizadas nas residências vão além da mera estética: elas garantem melhores condições de vida aos moradores (Fotos: divulgação)

Assim como acontece em qualquer obra, as renovações da Caçamba Solidária também enfrentam seus desafios – mas nada capaz de desanimar o grupo de arquitetos dispostos a fazer o bem. “Os desafios são inerentes ao projeto: conseguir as doações dos itens de obra e mobiliário para as residências atendidas, e viabilizar transporte, local de armazenamento e mão-de-obra para a realização das reformas”, afirma Neder. Tudo isso torna ainda mais recompensador os resultados alcançados. “As alegrias vêm do resultado de cada reforma, de perceber o impacto na vida das famílias e ver a felicidade das pessoas beneficiadas ao receber a sua casa reformada”, revela. 

Na Maré, no Rio de Janeiro, a reforma comandada pela Caçamba Solidária criou ambientes iluminados e alegres
Na Maré, no Rio de Janeiro, a reforma comandada pela Caçamba Solidária criou ambientes iluminados e alegres (Fotos: divulgação)

Atualmente, a Caçamba Solidária conta com o apoio da Portobello Shop Ipanema, do CasaShopping e do Grupo Urbam, que apoiam com doações, transporte e mão-de-obra para a execução das reformas. “Nosso objetivo é ampliar as contribuições para conseguirmos reformar uma casa por mês”, diz a arquiteta. 

Nesta casa, as vidas dos moradores foram totalmente transformadas graças às novas instalações
Nesta casa, as vidas dos moradores foram totalmente transformadas graças às novas instalações (Fotos: divulgação)

Para quem tem interesse em ajudar, ela explica que as contribuições podem acontecer na forma de doações financeiras para a execução das obras ou por meio da doação de itens a serem aproveitados nas residências renovadas. O processo de doação de materiais começa com o preenchimento do formulário disponível neste link.  “A partir daí, coletamos o material e o cadastramos no depósito. Dependendo do item, o utilizamos nas obras ou o vendemos em bazar, para juntar verbas para serem aplicadas nas reformas”, finaliza. 

Compartilhe
Avaliação 
Avalie
 
Sem votos
VOLTAR
ESC PARA FECHAR
Minha avaliação desse conteúdo é
0 de 5
 

Caçamba Solidária: arquitetos se mobilizam ...

Caçamba Solidária: arquitetos se mobilizam para reformar residências precárias no Rio de Janeiro

  Sem votos
minutos de leitura
Em análise Seu comentário passará por moderação.
Você avaliou essa matéria com 1 estrela
Você avaliou essa matéria com 2 estrelas
Você avaliou essa matéria com 3 estrelas
Você avaliou essa matéria com 4 estrelas
Você avaliou essa matéria com 5 estrelas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Precisamos de mais pessoas assim no mundo, como estudante de arquitetura tenho respeito por esses profissionais que fazem a diferença.🌷



Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das novidades de arquitetura e design no Brasil e no mundo.

    O Archtrends Portobello é a mais importante fonte de referências e tendências em arquitetura e design com foco em revestimentos.

    ® 2024- Archtrends Portobello

    Conheça a Política de Privacidade

    Entenda os Termos de Uso

    Veja as Preferências de Cookies